#Bahia: Justiça Eleitoral determina cassação de prefeito e vice de Poções por compra de votos

Postado em abr 20 2017 - 4:49pm por Jornal da Chapada
foto5

O prefeito de Poções, Leandro Mascarenhas, e seu vice, Jorge Santos, ambos do PTB, estão inelegíveis por oito anos | FOTO: Reprodução |

A Justiça Eleitoral julgou procedente mais uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) proposta pelo Ministério Público Eleitoral e determinou a cassação dos mandatos do prefeito do município de Poções, no centro-sul da Bahia, Leandro Araújo Mascarenhas (PTB), e do vice-prefeito Jorge Luiz Santos (PTB). A ação foi proposta pela promotora de Justiça Cintia Campos da Silva. Além disso, o juiz eleitoral Álerson do Carmo Mendonça determinou que os mesmos fiquem inelegíveis nos oito anos seguintes ao pleito de 2016.

Segundo a promotora de Justiça Cintia Campos, houve captação ilícita de votos e abuso do poder econômico no último pleito por parte dos denunciados. Eles também foram acusados de aliciamento de pessoas mediante pagamento ou promessa de pagamento para a realização de boca de urna no dia das eleições, oferta de benefício financeiro a eleitores para obtenção de voto para os cargos de prefeito e vice-prefeito, e organização de manifestações coletivas, mediante padronização de vestuário, no dia das eleições. A Justiça condenou os denunciados ao pagamento da multa no valor de R$ 20 mil cada um. Jornal da Chapada com informações do MP-BA.

Leia também
#Bahia: Justiça cassa mandatos do prefeito e vice do município de Poções

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.