#Opinião: Governador, e a estrada que dá acesso ao Poço Encantado, quando vai sair?

Postado em ago 21 2017 - 6:33pm por Jornal da Chapada
sertão

Estrada que dá acesso ao Poço Encantado está destruída e dificulta o tráfego na região e o escoamento de produção | FOTO: Sertão Baiano |

Por Deninha Fernandes*

Leio todos os dias sites, jornais, assisto os noticiários na TV e sempre vejo ou escuto que o governador recuperou estradas e não entendo por que não houve prioridade na recuperação da BA-245, via de acesso ao município de Itaetê, na Chapada Diamantina. Soube que o governador assinou ordem de serviço para recuperação de estrada aqui ou ali, porém, desde o governo Jaques Wagner que o povo da Chapada Diamantina espera pela recuperação da BA-245 que liga Marcionílio Souza ao entroncamento de Mucugê, passando por Itaetê. Parece até que o atual governador desconhece a Bahia, afinal, é em Itaetê que existe o Poço Encantado, cartão-postal de nossa região.

Essa via está tão destruída que o turista não tem como chegar até o ponto turístico, sem falar nos transtornos para escoação da produção agrícola de Ibicoara e Mucugê. Na minha opinião, faltou prioridade do estado, quando construiu a estrada que liga Itaberaba a Ruy Barbosa. Primeiro por que a distância de Marcionílio a Itaetê é a mesma. Segundo, já existia uma boa via de ligação entre Itaberaba e Ruy Barbosa. É bem verdade que a estrada nova serve de via de acessos às fazendas dos coronéis da Chapada. Mas, gostaria de saber o que está faltando para a recuperação da BA-245? Interesse do Governo? Representantes políticos?

De uma coisa eu tenho certeza, se o prefeito fosse do PSD e tivesse o apoio do senador Otto Alencar, essa estrada já estaria pronta há muito tempo. Governador, será que o senhor não sabe que a maior cidade da Chapada que o seu partido venceu foi Itaetê? Será que o senhor sabe que na próxima eleição estará em sua agenda uma visita a Itaetê? E no palanque em praça pública, o que o senhor vai dizer ao povo de Itaetê? Será que vai fazer novas promessas? Depois não diga que o povo lhe traiu. Afinal, traição não faz parte do povo chapadeiro como afirma sempre o senador Otto Alencar.

São tantos os políticos que querem ser padrinhos da obra da BA-245, que fico a me perguntar: Quem são mesmo os padrinhos? Afinal, são padrinhos mesmos, ou são padrinhos desnaturados, oportunistas, que ficam jogando para todos os lados tentando aventurar quando a estrada sair (não acredito que saia) para dizer que foi a seu pedido e tentar tirar votos da população. De uma coisa tenho certeza, o atual prefeito de Itaetê Valdes Brito (PT), já solicitou por diversas vezes esta obra por meio de seus representantes políticos e até agora nada.

Aproveito este momento para fazer um compromisso de público, e tenho certeza que o povo sofrido do município de Itaetê vai me acompanhar. O acordo é o seguinte: “Senador Otto Alencar, reivindique a estrada e o povo de Itaetê saberá lhe acompanhar, dando apoio ao candidato ao senado que o senhor indicar. Sem falar, que com isso o senhor vai provar, mais uma vez, o seu amor pela Chapada”.

Como boa brasileira, vou aguardar até o final do ano para ver a intenção do governador Rui Costa. Só espero que não anuncie a obra faltando dois ou três meses para eleição, pois além de ser caracterizada como obra eleitoreira, não vai dar tempo terminar. Agora. Se no início de 2018, ano eleitoral, a obra não tiver sendo executada, vou começar a dar nomes aos bois que tentam enganar mais uma vez o povo itaeteense com falsas promessas, para que o povo não vote mais nesses mesmos deputados tanto estadual quanto federal, sem falar em candidatos para governo e senado.

*Deninha Fernandes é editora-chefe do Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.