Jornal da Chapada

Chapada: Banco do Nordeste investe em projeto de piscicultura do prefeito de Boa Vista do Tupim

“Esse projeto é um sonho nosso que agora vai virar realidade com o apoio que estamos recebendo do Banco do Nordeste, da Bahia Pesca e de todos os parceiros envolvidos”, diz o prefeito Gidu do PT | FOTO: Jornal da Chapada |

Esta segunda-feira, dia 15 de junho, entrará para a história do município de Boa Vista do Tupim, na Chapada Diamantina, com o lançamento do projeto de piscicultura de autoria do prefeito João Durval Passos Trabuco, o popular Gidu do PT. O projeto será implantado pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Reforma Agrária, e será financiado pelo Banco do Nordeste, que há mais de 10 anos não financiava projetos de piscicultura na Bahia. A ação ainda terá como parceiros a Bahia Pesca, que vai fornecer os alevinos por meio da Estação Paraguaçu – implantada no Açude Riacho dos Poços, em Boa Vista do Tupim; além do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), que vai fornecer a Licença Ambiental, e a Aliança CSN-Odebrecht, que vai comprar todo peixe produzido.

Reunião com o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Junior, e técnicos da empresa e representantes do Bando do Nordeste | FOTO: Divulgação |

Inicialmente, o projeto referência em matéria de piscicultura na região da Chapada Diamantina, vai beneficiar 250 famílias de piscicultores em sistema de condomínio, formado por 10 produtores cada. Eles receberão cada um cinco tanques redes e tudo que precisa para montar a colônia de pescadores na Barragem Bandeira de Melo, que fica no trecho do Rio Paraguaçu, entre os municípios de Boa Vista do Tupim, Itaetê e Marcionílio Souza. “Esse projeto é um sonho nosso que agora vai virar realidade com o apoio que estamos recebendo do Banco do Nordeste, da Bahia Pesca e de todos os parceiros envolvidos. Nesses dois anos da administração, venho debatendo junto aos governos estadual e federal a viabilidade desse projeto”, pontua o prefeito Gidu.

De acordo com o gestor petista, a ação vai auxiliar as pessoas que moram no entorno da barragem para que usufruam desse aquífero com sustentabilidade gerando emprego e renda. “Não tem um projeto produtivo melhor do que esse de criação de peixes em tanque redes, pois não vai causar nenhum dano ambiental. Quero, na oportunidade, agradecer ao Banco do Nordeste que abraçou este projeto e ao presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior, que também está empenhado na implantação do projeto”, informa Gidu. Ele ainda completou que a iniciativa será “a redenção na proposta de geração de emprego e renda”.

A ação vai auxiliar as pessoas que moram no entorno da barragem Bandeira de Melo | FOTO: Jornal da Chapada |

Para fazer a lista de verificação dos 250 piscicultores aptos a participarem do projeto, a prefeitura municipal transformou o auditório da Câmara de Vereadores em um verdadeiro ‘ponto do cidadão” com a implantação de quatro estandes. No primeiro, o pescador fazia o cadastramento, no segundo, retirava sua declaração de aptidão ao Pronaf (DAP), no terceiro, checava a inscrição no CadCidadão, no quarto, retirava a licença ambiental. Já no terceiro estande, que era o do Banco do Nordeste, o pescador entregava toda essa documentação para ser triado e saber se estava apto a participar do projeto ou não. Vale salientar que toda documentação foi feita na hora, para tanto, duas máquinas de xerox foram disponibilizadas.

Participou do evento o prefeito Gidu, acompanhado do chefe de gabinete, Paulo Gracino, dos secretários municipais José Neto (Agricultura), Edimilson Araújo (Transporte), Claudionice Silva (Educação) além de Olavo, que é diretor municipal de Esportes. Estiveram na ação ainda a presidente do Poder Legislativo Municipal, Maria Elena Lopes, acompanhada dos vereadores Tácio Antônio, Alexsandro Barreto e Gilvan Fortuna. Representando o Banco do Nordeste, esteve o agente de desenvolvimento Genivaldo Silva Mascarenhas, além de Hégio Rafael Mascarenhas, da Estação Paraguaçu, representando a Bahia Pesca, o gerente de projetos José Luiz Sanches G. Junior e o biólogo André de Almeida Mendonça. Do Inema esteve presente Bruno Falcão, além de Magno S. de Farias, do Cadcidadão.

Jornal da Chapada

Pular para a barra de ferramentas