Jornal da Chapada

Servidores de Saúde de Itaberaba aderem às paralisações que ocorrem em todo estado

As paralisações, nos dias 9 e 10 de julho, serão na capital e em muitas cidades do interior | FOTO: Meramente Ilustrativa/SindiSaúde-SP |

Aderindo ao indicativo estadual de paralisação dos Servidores de Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde), os trabalhadores de saúde de Itaberaba, na Chapada Diamantina, realizarão nesta quinta (9) e sexta (10) manifestações na cidade. A Delegacia Sindical de Itaberaba informa que, no primeiro dia, a concentração será na sede da extinta Dires e no segundo, no setor I – Funasa, na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 112.

As paralisações, nos dias 9 e 10 de julho, serão na capital e em diversas cidades do interior. De acordo com nota enviada pela Delegacia Sindical de Itaberaba ao Jornal da Chapada, “tal medida se faz necessária diante da postura irredutível do governo do estado em manter a extinção das 31 Diretorias Regionais de Saúde (Dires); redução do auxilio transporte; desrespeito à data base dos vencimentos e reajuste salarial de 6,41% (3,5% em março e 2,9% em novembro); corte do adicional de insalubridade no mês de junho de 1.528 servidores lotados nos nove núcleos regionais de saúde (direito conquistado há mais de 20 anos)”.

Os sindicalistas questionam ainda que essas medidas foram adotadas de forma unilateral, sem diálogo com a classe. “Não cabe, em uma era democrática, o governo adotar medidas prejudiciais aos trabalhadores sem discutir alternativas com entidades de classe, visando a construção de uma relação honesta e transparente que contribua para a satisfação e melhor desempenho dos trabalhadores”. Após a paralisação, no dia 13 de julho haverá uma Assembleia Geral em Salvador, para que os servidores possam decidir pela deflagração da greve por tempo indeterminado.

Confira a programação da paralisação na capital e em Itaberaba:
Salvador
09/07 – Paralisação com manifestação na Reunião do Conselho Estadual de Saúde (CES), na Assembleia Legislativa (CAB), às 13h.
10/07 – Paralisação com participação na Plenária Popular e Democrática “situação da saúde em Salvador e na Bahia – rumo à 15ª Conferência Nacional de Saúde”, no Centro Cultural da Câmara municipal de Salvador, às 14h.
13/07 – Assembleia Geral para decidir a deflagração da greve por tempo indeterminado, no Auditório da Fundação Visconde de Cairu.

Itaberaba
09/07/15 – Concentração na sede da extinta DIRES
10/07/15 – Concentração no setor I (FUNASA), na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 112

Jornal da Chapada

Pular para a barra de ferramentas