Jornal da Chapada

Programa “Narrativas Patrimoniais” tem segunda etapa em Salvador

O programa segue no dia 23 para Capim Grosso e Palmeiras (25 e 26), na Chapada Diamantina | | FOTO: Divulgação/Ipac |

O programa estadual ‘Narrativas Patrimoniais’ em Salvador está com inscrições abertas para sua segunda etapa. No programa acontecem cursos, oficinas, palestras e workshops gratuitos realizados com objetivo de qualificar, dialogar e fomentar interessados nas áreas do patrimônio cultural (material e imaterial) e de museus (confira o programa).

A segunda etapa do programa será lançada no próximo dia 21, às 9h, no Museu de Arte da Bahia (MAB), no Corredor da Vitória, nº 2340. A inscrição é feita via formulário online enviado para o e-mail do programa. Depois de Salvador, o programa segue no dia 23 para Capim Grosso e Palmeiras (25 e 26), na Chapada Diamantina, onde acontecem palestras sobre consultoria coletiva e elaboração de projetos com ênfase no patrimônio.

“Existe demanda de profissionais, instituições públicas e privadas, e produtores culturais que desejam construir projetos para os segmentos da museologia, arquitetura, restauro, urbanismo, patrimônio material/imaterial e museologia, que ainda não sabem como fazê-lo; o ‘Narrativas Patrimoniais’ foi criado para facilitar esse interesse”, explica o diretor geral do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), João Carlos de Oliveira. Vinculado à secretaria estadual de Cultura (SecultBA), o IPAC criou e coordena o ‘Narrativas’.

No lançamento do dia 21, a partir das 9h, no MAB, acontece a palestra ‘Elaboração de projetos para financiamento coletivo’, por Candice Pascoal, diretora da ‘Kickante’, uma das mais conhecidas plataformas de financiamento coletivo do Brasil. As vagas são limitadas.

“O programa ‘Narrativas Patrimoniais’ oferece espaço de diálogo e troca de informações, reunindo pesquisadores, estudantes, acadêmicos e produtores culturais para fortalecer as políticas públicas de proteção ao patrimônio cultural baiano”, afirma o superintendente de Promoção Cultural (Suprocult) da SecultBA, Alexandre Simões. A Suprocult e o Escritório Bahia Criativa apoiam o ‘Narrativas’ e coordenam parte da programação.

Podem participar do programa do IPAC, produtores culturais, agentes públicos, artistas, arquitetos, urbanistas, restauradores, museólogos, gestores e qualquer profissional interessado em elaborar projetos. Na primeira etapa do ‘Narrativas’ foram realizadas atividades em Salvador, Santo Amaro, Jequié, Serrinha e Ilhéus, entre os meses de maio e junho (2016). Com informações do Ipac.

Pular para a barra de ferramentas