Dia da Baiana de Acarajé tem missa, cortejo e samba no Centro Histórico

Postado em nov 23 2015 - 6:00pm por Jornal da Chapada
foto5

O ofício da Baiana de Acarajé foi oficialmente reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil no ano de 2005 | FOTO: Reprodução |

Símbolo e patrimônio cultural do estado, a Baiana de Acarajé comemora o seu dia na quarta-feira, 25 de novembro, data que homenageia as mulheres, que, através de seu trabalho, carregam anos de tradição no preparo do mais famoso quitute da Bahia. Uma celebração religiosa acontece na Igreja do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, às 10h. Durante a tarde, no Memorial das Baianas, acontecerá uma programação artística oferecida pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult).

A concentração começará às 9h, em frente à Igreja do Rosário dos Pretos, onde será realizada a missa. Saindo em cortejo pelas ruas do Pelourinho após o momento religioso, as baianas seguem para a Praça da Cruz Caída, onde fica localizado o Memorial das Baianas de Acarajé. Às 12h, a banda Bicho da Cana abre a programação de shows, que será no ritmo do samba. Logo depois, às 13h30, sobe ao palco o Samba de Roda Raízes do Sertão. O grupo Samba de Roda Urbano se apresenta em seguida, a partir das 15h. O encerramento da programação será ao som do Grupo Movimento, que sobe ao palco às 16h30.

Patrimônio Cultural
O ofício da Baiana de Acarajé foi oficialmente reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil no ano de 2005, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). No ano de 2012, foi a vez do reconhecimento ser registrado em âmbito estadual, pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac). Em setembro de 2015, foi empossado o Conselho Gestor da Salvaguarda do Ofício de Baiana de Acarajé, que tem entre os representantes o Ipac e o Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secult.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.