Jornal da Chapada

ACM Neto diz ter sido perseguido pelo governo federal e não entende “obsessão” de Rui Costa

O governador Rui Costa e o prefeito ACM Neto | FOTO: Divulgação/GOVBA |

Prestes a concorrer a mais uma eleição, pela manutenção do cargo de prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) afirmou ao site Bahia Notícias que as críticas feitas pelo governador do estado, Rui Costa (PT), como no caso em que foi mencionado o custo de R$70 milhões para reforma do Rio Vermelho. Segundo o gestor municipal, o valor real é de R$44 milhões. “Eu não sei qual é essa obsessão que o governador tem comigo”, provocou ACM Neto.

Ele também reclamou que o tom adotado por Rui Costa não deixa o clima “leve”. “Se ele não quer ser simpático, não tem problema. O que talvez o governador não aceite é o fato de que a prefeitura não é uma secretaria estadual”, atacou Neto. Na entrevista o prefeito cita ter sido “perseguido” pelo governo federal e ressalta que se for para falar de eleição, apenas 2016 está na pauta. Confira a entrevista aqui.

Pular para a barra de ferramentas