Jornal da Chapada

Chapada: Utinga pode ter descoberto campo de gás natural e petróleo; notícia movimenta a região

O prefeito local diz que a notícia anima, mas que ainda é preciso descobrir se esse gás tem algum valor | FOTO: Reprodução |

Depois da descoberta de um campo aurífero no município de Iramaia, na Chapada Diamantina (veja aqui), e de uma jazida de ametistas em Sento Sé, no norte baiano, agora foi a vez de Utinga também revelar seu possível potencial econômico com um campo de gás natural que já agita a Chapada e regiões vizinhas. Há a possibilidade também de petróleo na região, pois o gás fica, normalmente, sobre uma reserva de óleo. De acordo com informações publicadas por Jairo Costa Junior, da coluna Satélite, do jornal Correio, a possível descoberta de um campo de gás natural na zona rural de Utinga aconteceu de maneira inusitada.

“Uma empresa estava perfurando poços artesianos no distrito de Cambuí, quarta-feira passada [dia 10 de maio], quando foram surpreendidos por uma grande rajada de fogo. O episódio se repetiu em outro poço da região, a cerca de um quilômetro de distância. As autoridades locais ainda não sabem se as labaredas foram mesmo originadas por gás natural”, aponta trecho do texto publicado pelo Correio.

Dessa forma, a população local e a região da Chapada Diamantina voltam a viver a expectativa de desenvolvimento com as notícias recentes de ouro, em Iramaia, e de gás natural, em Utinga. Nesse último município há ainda a possibilidade da descoberta de petróleo, o que aumentaria o valor de exploração. E existe também “a probabilidade de injeção de altos recursos na economia por meio de royalties”, isso tem movimentando rodas de conversas entre moradores, empresários e políticos de Utinga. “É preciso saber se esse gás tem valor, mas a probabilidade nos anima muito”, disse o prefeito Joyuson Vieira (PSL) ao Correio.

Na publicação, o colunista ainda informa que a Petrobras e o Ministério das Minas e Energia já foram contatados pela prefeitura da cidade, que pediu análises mais detalhadas para saber mais sobre o assunto. A região passa por um longo período de estiagem e mais de 20 mil habitantes sofrem os efeitos da seca e foi justamente isso que levou à perfuração de poços e a consequente descoberta do campo de gás natural.

Jornal da Chapada

Pular para a barra de ferramentas