Jornal da Chapada

#Chapada: Mucugê faz contrato de quase R$100 mil em serviços funerários e compras de urnas; prefeito esclarece que procedimento é normal

O documento justifica que a prestação do serviço será destinado a “famílias carentes e pessoas em vulnerabilidade, para suprir a necessidade da Secretaria de Assistência Social”, segundo consta, descrito e especificado, no edital de licitação.

Os moradores andam antenados no que tem acontecido nos municípios no período de pandemia. O Jornal da Chapada recebeu de cidadãos de Mucugê, na Chapada Diamantina, dados do Diário Oficial do dia 22 de maio, onde consta homologação de pregão presencial para a contratação de uma empresa especializada na prestação de serviços funerários e fornecimento de urnas. O documento justifica que a prestação do serviço será destinado a “famílias carentes e pessoas em vulnerabilidade, para suprir a necessidade da Secretaria de Assistência Social”, segundo consta, descrito e especificado, no edital de licitação.

O valor do contrato é de R$97.950 mil em serviços para a Funerária Ibicoara da razão social de Roberlandio da Silva Santos-ME. Em uma outra página especifica que o objeto do serviço é “o gerenciamento e operacionalização de prestação de serviços médicos especializados para atender a demanda da Secretaria de Saúde”. Conforme dados divulgados no boletim epidemiológico pela pasta da Saúde, Mucugê tem se mantido estável em casos confirmados. Até o momento registra quatro casos positivos e curados, um caso suspeito, 29 em monitoramento e 14 descartados por exames laboratoriais.

O prefeito Cláudio Manoel Luz Silva | FOTO: Divulgação |

A reportagem do Jornal da Chapada entrou em contato com o prefeito Manoel Luz (PSD) para ele se posicionar em relação à contratação. Em contato, nesta segunda-feira (25), o gestor chapadeiro esclarece que trata-se de uma prática normal, uma vez que as pessoas não costumam comprar suas urnas e que esse questionamento pode ser indícios da oposição. “Esse contrato é o normal da Assistência Social de Mucugê. Aqui em Mucugê pouquíssimas pessoas, raríssimas exceções, que compram a sua urna funerária”, explica.

O prefeito completa dizendo que é a pasta de Assistência Social que fornece às pessoas, no cotidiano, esses serviços. “Já faz muito tempo que as pessoas não compram urnas funerárias. Indica que existe indícios da oposição. Ao invés de estarem preocupados com esse momento tão difícil que estamos vivendo. Não estão preocupados com isso. Eles estão preocupadas em deturpar e, de alguma forma, tirar proveito de alguma situação. Estamos muito preocupados com a situação em Mucugê”, finaliza o gestor reafirmando que trata-se de um processo de licitação já realizado no município.

Jornal da Chapada