Jornal da Chapada

#Chapada: Flexibilizar isolamento só com indicadores técnicos; ações em Utinga mostram que município saiu na frente

"Essa vitória, podemos dizer assim, foi o resultado das nossas medidas de enfrentamento e rigidez no isolamento social", revela o prefeito Joyuson Vieira

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a prefeitura municipal de Utinga, administrada pelo prefeito Joyuson Vieira, vem realizando diversas ações para proteger a saúde da população. Assim que o vírus chegou na Bahia, Utinga foi um dos municípios da Chapada Diamantina que declarou guerra à doença infectocontagiosa.

Em novo decreto, emitido na última sexta-feira (29), o prefeito Joyuson se orientou pelo Comitê Técnico de Enfrentamento e Combate ao Coronavírus, e no Inquérito Sorológico realizado pela Secretária Municipal de Saúde, para flexibilizar ou restringir alguns setores da comunidade.

O Inquérito Sorológico da Secretaria Municipal de Saúde teve início no dia 22 de maio de 2020, e o seu principal objetivo foi mapear a circulação e avaliar a disseminação do vírus na cidade. Dos 50 testes rápidos realizados, todos tiveram resultados negativos.

A definição desse grupo de pessoas testadas, foi realizada pelo Comitê Técnico – levando em consideração a atividade desenvolvida, o grau de exposição e o movimento migratório. Fizeram o teste rápido, garis, frentistas, borracheiros, ‘caixa de supermercado’, recepcionista de pousada, ‘caixa de representante bancário, atendente de farmácia e barraqueiros da feira livre central.

Também foram testados transeuntes da feira livre central, transeuntes da feira livre em Ponte de Tábua’ e representante de empresa de prestação de serviços na cidade, além de pessoas que chegaram de localidades com transmissão consolidada do novo coronavírus.

“Flexibilizar só com indicadores técnicos. A realização desses testes rápidos serviu para monitorar o comportamento do vírus no município e constatamos que desde do dia 4 de abril de 2020 não surgiu nenhum novo caso. A realização desse mapeamento vem ajudar a confirmar a possível ausência do vírus, em nosso município. Essa vitória, podemos dizer assim, foi o resultado das nossas medidas de enfrentamento e rigidez no isolamento social. Como saímos na frente, agora estamos colhendo esses resultados”, declara o prefeito Joyuson Vieira.

Utinga segue com um caso confirmado, que evoluiu para óbito | FOTO: Divulgação/PMU |

A flexibilidade no decreto municipal beneficiou as academias, sendo uma pessoa para cada 16 metros quadrados, igrejas, sendo uma pessoa a cada quatro metros quadrados, participação na feira livre de feirantes de Povoados próximos, dentre outros.

Ainda ficam suspensos, pelo prazo de 60 dias, prorrogáveis por igual período, caso haja mudança do cenário epidemiológico, todos os eventos esportivos no município, suspensos também a utilização da frota de veículos pertencentes a prefeitura de Utinga no transporte de pessoas para eventos de qualquer natureza, com exceção dos Serviços de Saúde e Serviços Estratégicos para a boa administração.

Fica proibido também o funcionamento de parques infantis, inclusive brinquedos, além de recomendar que a população idosa evite o trânsito em locais com aglomeração de pessoas, como feira livre, bancos e suspende as visitas na Casa-Família, Hospital e outras instituições.

Conforme a gestão, o coronavírus continua circulando no Brasil, na Bahia e na Chapada Diamantina. Com as medidas sanitárias adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde e a sua colaboração, com a higiene constante das mãos, manutenção do distanciamento e isolamento social e o uso da máscara, que inclusive é obrigatório em Utinga, você se protege e protege seu semelhante.

Jornal da Chapada