Jornal da Chapada

#Bahia: Após quase três meses internado com complicações da covid-19, sargento do Salvar recebe alta e volta pra casa

Lotada na mesma unidade operacional do marido, a esposa do sargento BM Geovanildo também teve Covid e precisou ficar hospitalizada.

Após 86 dias internado com complicações da Covid-19, o sargento BM Geovanildo dos Santos de Oliveira, recebeu alta hospitalar e voltou para casa nesta sexta-feira (11) ele recebeu homenagens dos amigos do 12º Grupamento de Bombeiros Militar (12ºGBM/Salvar), onde é lotado. O sargento BM Geovanildo teve várias complicações ao longo dos quase três meses hospitalizado. Além de ter ficado intubado, ele teve AVC, infarto e precisou fazer hemodiálise.

“Acompanhamos o processo desde o inicio, fazemos parte disso. Comandante não gere apenas a unidade, nós gerimos famílias, independente de ser profissional ou pessoal, claro que isso acontece quando as pessoas nos permite essa ajuda, por isso demos esse suporte não apenas a ele, mas a toda família. Estamos aqui para ajudar e sofremos muito com a família durante esses quase três meses”, disse emocionada a major BM Keyla Macário, comandante do 12ºGBM/Salvar.

Lotada na mesma unidade operacional do marido, a esposa do sargento BM Geovanildo também teve Covid e precisou ficar hospitalizada, um pouco antes dele. Como a recuperação foi mais rápida e sem tantas complicações, ela retornou para casa antes do esposo. O casal tem duas filhas e agora a família pode estar reunida outra vez. Ainda um pouco debilitado, o sargento segue a recuperação em casa.

“Tenho um carinho muito grande por toda equipe do Salvar, cheguei como capitão na unidade e hoje estou comandante. Entendemos que essa atividade é essencial para todos e exige muito do nosso humano, em relação às vítimas e a nos mesmos”, concluiu a major BM Keyla Macário. As informações são de assessoria.

Pular para a barra de ferramentas