Chapada: PRF apreende conjunto bitrem em Seabra por transitar com placas frias

bitrem

Os PRFs constataram que a placa do caminhão, do estado de Goiás, pertencia a outro veículo | FOTO: Divulgação/Facebook/PRF |

Os Policiais Rodoviários Federais (PRFs) apreenderam, no final da tarde do último sábado (4), no KM 383 da BR 242, no município de Seabra, na Chapada Diamantina, um conjunto bitrem com o caminhão trator transitando com placas frias, além dos dois semirreboques apresentarem indícios de adulteração em seus números identificatórios. Ao abordar o caminhão Iveco/Stralis, os PRFs constataram que sua placa, do estado de Goiás, pertencia a outro veículo.

Por meio da consulta pelo Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) apresentado e pelo sistema, foi constatado que a placa verdadeira do bitrem era NLF-9474/GO, para a qual constava restrição judicial. Não foi possível a identificação sumária dos dois semirreboques que o caminhão tracionava, por causa das adulterações. O condutor alagoano de São Luís do Quitunde, de 48 anos, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Judiciária Local.

foto prf

Condutor alagoano apresentou carteira de habilitação falsa | FOTO: Divulgação/Facebook/PRF |

“Caminhoneiro” é detido com CNH falsa e produtos furtados
Também no município de Seabra, os PRFs detiveram o condutor de um outro veículo articulado bitrem (caminhão trator mais dois semirreboques), por furto e falsificação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Após receber, no início de tarde da última sexta-feira (3), denúncia de que ocorrera um furto de materiais eletrônicos, os policiais iniciaram diligências, identificando o bitrem denunciado.

Durante revista veicular, foram encontrados, escondidos embaixo do painel, um IPAD e um celular, objetos da denúncia supracitada. Questionado, o condutor de 49 anos não soube explicar a origem dos mesmos. Além disso, no ato da fiscalização, apresentou CNH falsa, sem registro junto ao sistema, ficando evidenciado que ele não possuía habilitação. Os policiais constataram também indícios de inautenticidade em seu diploma apresentado, de bacharel em direito. Os PRFs constataram ainda que ele responde a processo por crime de estelionato. A ocorrência foi encaminhada à delegacia de Polícia Judiciária Local. Com informações da PRF.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.