Adab impede que animais mortos por intoxicação virem alimento

bovinos

A equipe da Adab trabalha para proteger a saúde animal e, principalmente, a saúde pública | FOTO: Divulgação/Seagri |

Na manhã da última sexta-feira (24), após receber denúncia anônima, os servidores da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) em Euclides da Cunha, órgão vinculado à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), detectaram bovinos mortos, supostamente intoxicados por erva daninha conhecida como tingui, que estavam prestes a serem saqueados para consumo humano. A oferta de alimentos inadequados para o consumo humano é crime contra as relações de consumo tipificado pela Lei nº 8.137/90 com o disposto no art. 7°, II, VII e IX.

bovinos

Os bovinos mortos foram supostamente intoxicados por erva daninha conhecida como tingui | FOTO: Reprodução |

Ao chegar à Estrada de Algodões o gerente da Adab de Euclides da Cunha, médico Veterinário Jefferson Carneiro de Carvalho, observou que bovinos já mortos tinham sido sangrados, o que indica a tentativa de aproveitamento da carne dos animais para consumo humano, já que a feira-livre do município acontece aos sábados. “Enquanto a Polícia Militar resguardava o local, alguns veículos tipo pick-up e reboques passaram pela estrada, certamente na tentativa de aproveitar as carcaças dos bovinos”, descreveu o técnico em Fiscalização Agropecuária, Regys Mendonça. Não houve flagrante e ninguém foi preso.

“A equipe da Adab trabalha para proteger a saúde animal e, principalmente, a saúde pública. Por isso foi uma satisfação poder evitar que estes animais mortos fossem comercializados e consumidos, trazendo prejuízos para a saúde da população, visto que no município já tivemos casos de pessoas hospitalizados por ingestão de alimentos de origem animal contaminados, inclusive com o óbito de uma criança”, acrescentou o gerente da Adab de Euclides da Cunha. Os animais foram recolhidos por veículos da prefeitura de Euclides da Cunha e levados ao Aterro Sanitário.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.