Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Método aumenta chances de gravidez em casais inférteis

saúde
Procedimento pode duplicar ou até mesmo triplicar as chances de se obter uma gestação | FOTO: Meramente Ilustrativa |

Cerca de 15 % da população brasileira em idade fértil é afetada pela infertilidade conjugal, caracterizada pela ausência de gravidez em um casal com vida sexual ativa e que não usa medidas anticonceptivas por um período de um ou mais anos. Uma técnica de nome diferente e ainda pouco conhecida e divulgada no Brasil vem trazendo esperança para casais nesta situação.

A chamada injúria ou escarificação endometrial é uma das principais novidades na área de reprodução assistida e tem apresentado excelentes resultados, aumentando as chances de gravidez em casais inférteis, principalmente em pacientes que já se submeteram a múltiplos tratamentos de Fertilização In Vitro (FIV) sem sucesso. Alguns trabalhos recentes revelam que o método pode duplicar ou até mesmo triplicar as chances de se obter uma gestação. Segundo o ginecologista e especialista em Reprodução Humana, Joaquim Lopes, no último trimestre de 2013, no Cenafert (Centro de Medicina Reprodutiva), o índice de gravidez aumentou de 38% para mais de 50% com a utilização da técnica.

De acordo com o médico e diretor do Cenafert, Joaquim Lopes, o procedimento consiste em fazer uma “ranhura” no endométrio através de uma biópsia endometrial. “É como se fosse realizada uma fissura, um pequeno machucado. Então, ele começa a cicatrizar e esse processo de cicatrização engrossa o endométrio, fazendo com que aumentem as chances de o embrião implantar”, explica.

Isso acontece porque trabalhos recentes vêm demonstrando que o processo de implantação endometrial do embrião está relacionado não só a qualidade embrionária, mas a diversos fatores endometriais, incluindo o tecido intra uterino onde o embrião será implantado.”Há questões, ainda não totalmente elucidadas, que influenciam para a melhor receptividade do embrião”, explica Joaquim Lopes.

Segundo ele, o procedimento é simples e pode ser feito com uma cânula delicada, ambulatorialmente ou por histeroscopia; “É um processo habitualmente rápido e indolor. Na maioria das vezes não ocorrem cólicas ou sangramentos e a realização do procedimento dura menos que um minuto”, informa.

Pesquisas realizadas em 2003 já demonstravam que a injúria endometrial, usando um cateter de biópisia, resulta em um elevado índice de gestação. Esses pequenos traumas no endométrio aumentam os índices de gestação, pois promovem liberação de diversos mediadores químicos como LIF, interleucinas, CSF, histamina, fatores de crescimento, citocinas entre outros.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios