“Ataque à Petrobras é por questões eleitorais e mira os 7 bilhões de barris”, diz Valmir

gabrielli

Bancada de deputados do PT durante almoço de apoio a Gabrielli | FOTO: Tassio Brito |

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), durante encontro de apoio da bancada federal de parlamentares petistas ao ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli (PT), nesta segunda-feira (31), em Salvador, disse que os ataques da oposição ao atual secretário de Planejamento do governo Wagner são críticas infundadas que visam atacar a maior empresa brasileira com “interesses mesquinhos, econômicos e eleitorais”. As acusações contra Gabrielli se referem à compra de uma refinaria em Passadena, no Texas, nos Estados Unidos.

“A intenção da oposição, na verdade, não é atingir a presidente Dilma Rousseff, mas a Petrobras, que foi construída pelo povo brasileiro. Gabrielli foi o presidente que alçou a empresa a outro patamar na economia internacional, que levou a descoberta do Pré-Sal. Aliás, é bom lembrar, que tem muita gente de olho nos 7 bilhões de barris de petróleo do campo de Franco – que serão negociados esse ano. Enfraquecer a Petrobras ajuda a entregar esse patrimônio para a iniciativa privada”, dispara Valmir.

encontro

O ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli | FOTO: Tássio Brito |

Para o deputado é preciso “lembrar que o PSDB e o DEM, quando governaram o país, fizeram de tudo para privatizar a Petrobras. Temos que qualificar esse debate em defesa da empresa estatal contra a utilização eleitoreira deste caso”. O encontro com Gabrielli aconteceu em um restaurante da capital e reuniu além da bancada federal do partido, deputados estaduais, os vereadores de Salvador Moisés Rocha, Luiz Carlos Suíca e Gilmar Santiago, o presidente da CUT, Cedro Silva, e o presidente da Federação Única dos Petroleiros (FUP). Ainda marcaram presença os presidentes do PT de Salvador e Bahia, Edson Valadares e Everaldo Anunciação.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.