Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Wagner diz que ‘está tudo bem’ com Nilo: ‘Só não posso beijá-lo porque não é do nosso feitio’

wagner e nilo
Para Wagner, não é todo mundo que tem a trajetória política que Nilo tem na Bahia | FOTO: Manu Dias |

O governador Jaques Wagner (PT) acredita que a agrura com o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT) já está resolvida, mesmo após o presidente da Assembleia Legislativa, alijado da chapa majoritária, barrar o projeto de antecipação dos royalties do petróleo para o Fundo de Previdência (Funprev). Nesta segunda-feira (31), durante a cerimônia de devolução dos mandatos dos parlamentares cassados na época da ditadura militar, os dois trocaram sorrisos, conversaram e, ao microfone, se chamaram mutuamente de “querido amigo”.

Perguntado pelo site Bahia Notícias se a relação estava abalada, Nilo disse que “tudo está bem”. “Sempre esteve. Pessoalmente sempre esteve. Politicamente é que houve uns ruidozinhos”, ponderou o pedetista. “Só não posso beijá-lo porque não é do nosso feitio”, completou Wagner, ao justificar à imprensa presente ao evento: “Acho que Marcelo hoje, dentro da Bahia, é um ser maior, do ponto de vista da política. Não é todo mundo que tem a trajetória que ele tem: o deputado mais longevo de oposição e, ao mesmo tempo, o presidente mais longevo dentro da democracia”.

Sobre a possibilidade de aliança com o PDT, o chefe do Executivo baiano se disse “otimista”, apesar da insatisfação do partido aliado. “Digo sempre que o incidente tem muito mais gesto positivo do que negativo. Nessa relação, o volume do que a gente fez junto positivo é infinitamente muito maior do que uma trinca”, minimizou o governador. Elogios à parte, a cerimônia, presidida por Nilo, teve início às 9h40, sem esperar por Wagner, que chegou 10 minutos mais tarde. Extraído do Bahia Notícias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios