CidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal

Festival Nacional 5 Minutos reconfigura mapa cultural da Bahia com itinerância inédita

cinema
Por meio de seleção via edital, o festival mantém a seleção de 50 vídeos na Mostra Competitiva, dos quais cinco serão premiados | FOTO: Reprodução |

Com novo formato e itinerância inédita, o Festival Nacional 5 Minutos chega à sua 16ª edição, maior e mais arrojado, em uma realização da Diretoria de Audiovisual (Dimas), da Fundação Cultural do Estado (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura (Secult). A primeira etapa do evento começa nesta sexta-feira (25), na cidade de Paulo Afonso, onde permanece até o dia 3 de maio. No município do Vale do São Francisco também haverá a exibição da Mostra Competitiva e várias ações relacionadas ao resgate e reconfiguração do patrimônio histórico, do imaginário e da produção artística locais, caso das intervenções urbanas (videomapping), com trilha sonora ao vivo a cargo de grupos musicais da região, que fecham a programação nas cidades-sede do interior.

Assim também será, no mês de maio, em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano (2 e 10), e Cachoeira (9 a 17), antes do festival completar seu percurso com o retorno às origens, em Salvador, no período de 16 a 24, quando o evento também se amplia pelo circuito de 16 pontos de cultura mantidos pelo Governo da Bahia em todo o estado, como já acontecia em edições anteriores. Toda a programação é gratuita e está disponível no site do evento. Esse deslocamento, além de territorial, com a mudança do tradicional eixo capital-interior, pretende estimular o diálogo entre as pessoas (moradores, artistas e produtores culturais) e as linguagens artísticas (música, performances e videoarte), reconhecendo o novo espaço que o audiovisual ocupa na vida cotidiana contemporânea.

Prêmios
Por meio de seleção via edital, o festival mantém a seleção de 50 vídeos na Mostra Competitiva, dos quais cinco serão premiados. Em 2014, o valor total da premiação é de R$ 32 mil, distribuídos entre os quatro primeiros lugares, além da categoria ‘Melhor Vídeo de Jovem Realizador’, escolhida entre os participantes com até 21 anos de idade. O público baiano terá a oportunidade de se atualizar sobre a recente produção brasileira em curtíssimo formato e ainda conferir, na Mostra 5 Minutinhos, um painel de curtas-metragens de temática infantojuvenil, que, este ano, também chega às escolas dos municípios participantes, via parceria firmada com a Secretaria de Educação do Estado da Bahia.

Paralelas
Espaço democrático de difusão, o 5 Minutos exibe, na capital, os vídeos não selecionados para a competição – 162 vídeos integram o Panorama Nacional. A mostra traz produções oriundas de 57 cidades e representativas das cinco regiões brasileiras. Outra novidade do festival em Salvador será o ciclo David Cronenberg, a Síndrome do Vídeo, uma clara sinalização da abertura do evento para novas discussões e formatos. Pela primeira vez, um ciclo de longas-metragens integra a programação do 5 Minutos.

Reconhecido pelo quase profético diagnóstico que fez, ainda nas décadas de 1970 e 80, sobre a incorporação e impacto das novas tecnologias na vida social e no corpo humano, o cineasta canadense terá a exibição de um recorte da sua obra que alia a essa reflexão uma investigação formal das relações entre as linguagens do vídeo e do cinema.

Oficina
Nas quatro cidades-sede do Festival 5 Minutos 2014 acontece ainda a Oficina de Videoclipe Mapa Musical da Bahia, que pretende formar videoastas com foco na produção de videoclipes, produto audiovisual hoje indispensável para o setor musical contemporâneo e tão típico na iniciação de novos realizadores.

Além disso, os vídeos produzidos a partir da atividade vão representar, não apenas para os envolvidos, mas especialmente para os músicos contemplados, um importante veículo de difusão de suas obras, fundamento básico do Mapa Musical da Bahia, projeto promovido pela Coordenação de Música da Funceb, que é parceira nesta realização. Em cada local, a oficina oferece 20 vagas e as inscrições, gratuitas, podem ser feitas via site do evento.

Histórico
Criado em 1994, com o objetivo de incentivar a produção audiovisual em curto formato, o então Festival de Vídeo – A Imagem em 5 Minutos marcou a história do audiovisual baiano pro meio da promoção de mostras compostas por vídeos que concorriam a premiações em dinheiro. Em pouco tempo cresceu e, já a partir de sua terceira edição, se abriu a produções de outros estados, proporcionando o início de um frutífero intercâmbio entre realizadores de todo o país.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios