Oposição registra chapa encabeçada por Paulo Souto no TRE

Postado em jul 5 2014 - 5:05pm por Jornal da Chapada
chapa

A chapa majoritária da oposição também entra com pedido de registro para as eleições | FOTO: Divulgação |

A chapa majoritária da oposição, formada por Paulo Souto (DEM), candidato a governador, Joaci Góes (PSDB), a vice, e Geddel Vieira Lima (PMDB), a senador, deu entrada no pedido de registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na tarde deste sábado (5). O trio oposicionista é apoiado oficialmente por 15 partidos, que formam a coligação “UNIDOS PELA BAHIA” (PMDB, DEM, PSDB, PSC, PROS, PTN, SDD, PRB, PV, PRP, PPS, PT do B, PSDC, PTC e PHS). As chapas proporcionais para deputados federais e estaduais também foram inscritas. Um grupo que reúne nove partidos (DEM, PSDB, PMDB, PTN, PROS, SDD, PRB, PSC e PHS) formou a coligação “UNIDOS POR UMA BAHIA MELHOR” para deputado federal e a coligação “UNIDOS PARA UMA BAHIA MELHOR” para deputado estadual. Já o outro com seis partidos (PV, PPS, PRP, PSDC, PTC e PT DO B) compôs a coligação “JUNTOS SOMOS FORTES” para a disputa de vagas na Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

No registro da chapa majoritária, ficou estabelecido o gasto máximo de R$ 38 milhões para a campanha do candidato a governador, Paulo Souto. Já o postulante a senador, Geddel Vieira Lima, tem como teto R$ 28 milhões para as despesas de campanha. No caso dos deputados estaduais e federais, os valores variam de acordo com cada partido. O Democratas limitou a R$ 4 milhões para os concorrentes à Câmara Federal e R$ 2,5 milhões para os postulantes a uma vaga na Assembleia Legislativa. “A nossa coligação se inspirou nas ruas e não nos palácios. Por isso, é tão grande, ampla e vem com gosto de vitória”, afirma o presidente da coligação “UNIDOS PELA BAHIA”, José Carlos Aleluia. Para ele, a Bahia não tem dono nem senhor e não está à venda.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.