Lideranças e políticos do interior seguem sentimento de mudança dos baianos

Postado em jul 16 2014 - 3:44pm por Jornal da Chapada
foto

Paulo Souto com lideranças de Alcobaça e Itabela | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

O sentimento de mudança do povo baiano se reflete nas lideranças de diferentes siglas de todo o estado que, diariamente, manifestam apoio às candidaturas de Paulo Souto (governador), Joaci Góes (vice) e Geddel Vieira Lima (senador). Na manhã desta quarta-feira (16), representantes de Capim Grosso, Lamarão, Muniz Ferreira, Alcobaça, Itabela, Una, São José da Vitória, Licínio de Almeida, Riachão do Jacuípe, Barrocas, Boa Vista do Tupim e Filadélfia estiveram em Salvador para selar aliança com a chapa majoritária da coligação “Unidos pela Bahia”.

O ex-prefeito de São José da Vitória, Jeová Nunes, é mais um ex-militante petista que se une à oposição. “O projeto do PT para a Bahia está desgastado e não foi positivo para o Sul de nosso estado”, afirmou. De acordo com Nunes, nestas eleições ele está “livre, leve e Souto”. Para o ex-prefeito de Capim Grosso, Itamar Rios, Souto é o candidato mais preparado para dar um novo rumo à Bahia. “Quando foi governador, ele pavimentou mais de 50% das ruas da nossa cidade, construiu um posto de saúde, fez uma escola modelo com laboratório de informática e levou melhorias à zona rural e aos povoados do município, que têm água encanada graças a Souto”, lembrou ao lado dos líderes políticos João Mendes e Maruzan Rios.

pontes

Paulo Souto com lideranças de Muniz Ferreira | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

Na ocasião, o ex-prefeito de Lamarão, Arivaldo dos Anjos Damião, destacou as qualidades administrativas de Souto. “Ele é foi um grande gestor para a Bahia”, disse. O ex-vice-prefeito de Lamarão, Leocesio Muti, concordou com o companheiro e demonstrou insatisfação com o atual governo. “Não vejo no PT a competência necessária para trazer melhorias para nosso município”. Para Welington Sena Vieira, ex-vice-prefeito de Muniz Ferreira, o momento pede mudança. “Está na hora de mudar. E eu estou com Souto porque ele foi o governador que trabalhou pelo meu município. O que tem lá foi ele quem fez”.

Importante liderança de Alcobaça, Zico acredita que a região dele vai ter um tratamento especial com Paulo Souto no governo. “Precisamos de mais apoio. O Extremo Sul baiano foi esquecido pelo atual governo”, lamentou com o também líder político Fidelcino. Já o ex-prefeito de Riachão do Jacuípe disse que o trabalho sério é a marca principal da chapa oposicionista. “Geddel, quando foi ministro, ajudou muito o nosso município, assim como Souto, que é um homem sério e tem a minha admiração”.

Representando ao Vista do Tupim, João Pereira Lima criticou a desatenção com a indústria baiana e nacional do governo do PT. “Atuo no setor petroquímico há 34 anos e o que vejo hoje é a desmontagem da indústria brasileira por falta de apoio. Há um caos generalizado no país”. A constatação diária da força da onda azul nas mais diferentes regiões da Bahia aumenta a disposição da chapa na campanha. “Essa quantidade enorme de apoio redobra nossas forças nessa lutar para dar um rumo diferente ao nosso estado, resgatando o seu brilho e o orgulho dos baianos por sua terra”, afirmou Paulo Souto, ao lado dos deputados estaduais Paulo Azi, Bruno Reis, Elmar Nascimento, Augusto Castro e Tom Araújo.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.