Chapada: Paulo Souto propõe medida para preservação da caatinga em Ruy Barbosa

Postado em set 6 2014 - 11:42am por Jornal da Chapada
valter

Paulo Souto e majoritária durante comício em Ruy Barbosa | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

O candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, alertou para a ameaça de destruição da caatinga, vegetação característica da Região do Semiárido. “Pretendo, se eleito, desenvolver o programa Sertão Vivo para restaurar e regenerar a nossa caatinga, presente em 65% de nosso território”, afirmou Souto, ao lado dos companheiros de chapa, Joaci Góes (vice) e Geddel Vieira Lima (senador), em comício na noite de sexta (5), na cidade de Ruy Barbosa.

Paulo Souto garantiu que não vai assistir passivamente à degradação da caatinga na Bahia, um bioma de extrema importância ao equilíbrio ecológico no estado. “Vamos contar com Geddel no Senado, em Brasília, para cobrar o apoio do governo federal nesta iniciativa do Sertão Vivo”, disse Souto.

Em intensa jornada neste final de semana, indo neste sábado a Santa Brígida, Jeremoabo, Novo Triunfo, Antas, Cícero Dantas, Heliópolis e Tucano, Paulo Souto reiterou em seu discurso aos rui-barbosenses o compromisso de atrair indústrias para o interior do estado. Ele rechaçou o boato de que sua eleição resultaria em fechamento da indústria existente na cidade. “Se em meus outros governos, eu trouxe várias indústrias para o interior, inclusive para Ruy Barbosa, nesta nova oportunidade farei muito mais”.

O presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, assinalou que quem entende de fechar fábricas na Bahia é o governador petista Jaques Wagner. “Ele não moveu uma palha para evitar o fechamento de várias empresas, que foram atraídas pelos governos anteriores de Paulo Souto. Na região de Itapetinga, mais de 20 mil pessoas estão desempregadas por conta desta irresponsabilidade de Wagner”, asseverou.

Paulo Souto, por sua vez, assegurou ao povo de Ruy Barbosa a ampliação do sistema de abastecimento de água da região. “O governo do PT não foi capaz de, em oito anos, fazer nada, nenhuma barragem. Mas vamos trabalhar para garantir também pontos de águas aos pequenos produtores para suas necessidades de abastecimento humano e animal”, garantiu.

O choro de uma servidora que lhe clamou pela solução do problema da central de regulação, em Baixa Grande, foi dado como exemplo por Paulo Souto do caos da saúde no estado. “Vamos acabar com essa desassistência que tantos infortúnios vêm causando aos baianos”. As agências do bancos do Brasil e do Nordeste que viu destruídas por bandidos em Mundo Novo indignaram o candidato. “O nosso governo não vai ficar de braços cruzados diante desta tragédia em que se transformou a segurança pública em nossa terra”.

A piora da qualidade do ensino médio na Bahia divulgada ontem pelo Ministério da Educação foi motivo de protestos de Paulo Souto. “É um crime o que estão fazendo com o futuro da juventude baiana”, criticou, justificando não ter cabimento que o governo petista negligencie tanto com a qualidade do ensino médio baiano. “Pelo segundo ano consecutivo, somos rebaixados na avaliação do Ideb. Uma vergonha!”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.