Chapada: Novo espaço cultural é inaugurado no Vale do Capão

Postado em set 16 2014 - 2:15pm por Jornal da Chapada
um

A iniciativa visa o intercâmbio de artistas de outras regiões do país e de outros países latinos para que interajam com a comunidade, contribuindo diretamente nesta mistura de culturas que é o Capão | FOTO: Divulgação/Manoel Novaes Neto |

No último final de semana, o Vale do Capão, no município de Palmeiras, na Chapada Diamantina, ganhou mais um agente de incentivo à sua multicultura: o Espaço Moreterra de Arte, Cultura e Culinária. O centro de cultura estará totalmente dedicado a atividades artísticas, execução de projetos socioculturais, eventos de exposições e apresentações, além da formação de artistas e novos produtores culturais no cenário local. O evento de inauguração foi uma pronta demonstração da pluricultura que é encontrada no Capão. O público altamente diversificado – ‘nativos’, moradores, turistas de diferentes partes do mundo – teve a oportunidade experimentar de testemunhar uma mistura cultural de alta qualidade.

Leia também:
Chapada: Festival de Jazz do Capão divulga atrações para dois dias de evento

A noite começou com música ao vivo e poesia ao ar livre com declamações do poeta Péricles Melo celebrando o lançamento de seu liro “Sol de Andá Menino”. Ao mesmo tempo, a Jam Session com o grupo colombiano e músicos brasileiros acompanhavam seus versos enquanto acontecia apresentação de Tecido Aéreo. O Pocket Show de Andréia, nascida no Capão, com canções ‘recebidas’ da Natureza, abriu o palco do salão para o Forró Pé de Serra Brilho da Conceição, de antigos moradores da comunidade vizinha, Conceição dos Gatos. Tudo gratuito.

dois

O público altamente diversificado – ‘nativos’, moradores, turistas de diferentes partes do mundo – teve a oportunidade experimentar de testemunhar uma mistura cultural de alta qualidade | FOTO: Divulgação/Manoel Novaes Neto |

A Moreterra é uma agência de empreendedorismo cultural, que produz e dissemina a cultura afro-latina em países latinos. “Um trabalho que já fizemos na Argentina e no Chile, atraindo e produzindo artistas que representam diversas culturas dentro da cultura afro-latina. Agora, somaremos à ampla variedade de artistas que temos aqui”, explica Morena. A iniciativa visa o intercâmbio de artistas de outras regiões do país e de outros países latinos para que interajam com a comunidade, contribuindo diretamente nesta mistura de culturas que é o Capão. “Será um espaço em que o artista local poderá estar aperfeiçoando sua arte, aumentando sua renda, ao mesmo tempo em que troca seu saber cultural com artistas de diferentes regiões da America Latina”.

O centro está instalado no antigo Espaço Jaqueira e já oferece aulas gratuitas de canto e teatro para jovens moradores visando a formação um grupo de apresentação artística em escolas públicas. “Na próxima etapa, conduziremos estes jovens a uma autogestão, levando-os a produzir e disseminar sua cultura. São crianças bem diferentes culturalmente e cada resultado único”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.