ArtigosCidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

#PapoReto: Mais tempo de propaganda eleitoral na TV e no rádio; ninguém aguenta mais

papo
| IMAGEM: Fábrica de Marketing |

Por Vitor Fernandes*

De volta ao batente, mas não dê meia volta e volte para outro site! Permaneça aqui e se oriente um pouco mais. Agora em outro período da eleição, depois do pleito proporcional, é o segundo turno para presidente, onde dois candidatos se enfrentam. Nada de novo, apenas as figuras que mudam, mas a disputa entre as supostas ‘esquerda’ e ‘direita’ prevaleceu. Isso depois de um fogo de palha dos infernos. Até o Estado Laico foi comprometido no primeiro turno das eleições gerais com Marina Silva na “pseudo liderança”. Deixando de lado o fogo de palha, depois de muita labuta pude retornar para as minhas atividades literárias e a coluna #PapoReto que, com hashtag e tudo, voltou a circular. Para não dizer que não falei da experiência de campanha, a assessoria de imprensa durante o período não é fácil, mas já foi. Como assessor também evitei ‘brigar’, até porque, cada profissional estava defendendo seu ‘peixe’, seja em órgão de imprensa, seja nas assessorias! E isso é fato! Mas vamos ao que interessa. Fiz mais uma seleção de curtinhas com humor (ou não) para melhorar a sintonia fina da velha tela de tubo que carrega na cabeça. #NãoAbusaDaSorte

Segundo turno
O segundo turno para presidente da República segue a todo o vapor. Nas redes sociais todo dia é uma denúncia nova, para um lado ou para o outro. O fato é que tanto Dilma Rousseff (PT) quanto Aécio Neves (PSDB) defendem programas e projetos diferentes. Quem quiser que fique em cima do muro, mas nesta briga de compadres e comadres o bom mesmo é ter lado e ir para o embate. Com as redes sociais ficou fácil disseminar notícias de ambos os lados. O problema é que com essa facilidade, as notícias falsas e denúncias infundadas e mentirosas tomam conta e, mais uma vez, ambos os lados se beneficiam dessa prática inescrupulosa.

Apoios e partidos 1
Depois do Pastor Everaldo (PSC) e de Eduardo Jorge (PV) declararem apoio ao projeto de Aécio Neves (PSDB) para a Presidência da República, neste segundo turno, agora foi a vez de Marina Silva (PSB-Rede) fazer o mesmo. A ex-senadora e ex-ministra do governo Lula foi alvo de críticas pelos internautas, mas teve apoio de seus correligionários sobre a decisão. “Ela foi para o local onde seu programa de governo teve referência”, disse o mais lúcido internauta. Na semana passada, PV, PSC, PSB, PSDC declararam apoio ao candidato tucano que segue sua empreitada de desbancar o atual governo. A coligação de Aécio é composta por DEM, PTB, SD, PMN, PTC, PT do B e PTN.

Apoios e partidos 2
Para a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), o apoio veio formalmente do PROS, já o PSOL, da candidata Luciana Genro, escolheu Dilma, mas também deixou o voto nulo para quem não quiser votar no PT. De acordo com informações da Agência Estado, o governador reeleito de Santa Catarina no primeiro turno, Raimundo Colombo (PSD), afirmou que vai trabalhar por Dilma no segundo turno. Além de PROS e PSD, a coligação de Dilma é formada pelo PP, PR, PRB, PDT e PCdoB. A presidente, no primeiro turno, venceu em 15 estados dos 27, e perdeu em nove e no Distrito Federal.

Resultado do Plebiscito 1
“Não haverá um combate efetivo à corrupção sem uma reforma política”, disse a presidente Dilma Rousseff durante encontro em Brasília, no Hotel Tulip, na segunda-feira (13), para a entrega do resultado oficial do plebiscito popular. Quem assistiu ao pronunciamento da petista disse que foi uma das falas mais esquerdista que ela fez durante o período de governo. Participaram, além da chefe de Estado, todos os movimentos sociais envolvidos na consulta, que dialogaram de perto com Dilma, que estava inclusive sem seguranças.

Resultado do Plebiscito 2
A campanha do Plebiscito Constituinte colheu votos entre 1º e 7 de setembro deste ano e foram computados mais de 7,7 milhões de assinaturas. Desse total, 97% dos votantes (7,5 milhões) disseram sim à convocação de uma assembleia constituinte para promover a reforma política no país. O encontro com Dilma nesta segunda foi parte da programação da 5ª Plenária Nacional da campanha do Plebiscito Constituinte, cujo objetivo é discutir os próximos passos da mobilização pela mudança no sistema político, garantindo a continuidade dos comitês e as ações políticas nos estados.

Tiririca eleito; paulistas gostam
Criticaram o Nordeste, xingaram os sertanejos, chamaram de desinformados, de inferiores, até um genocídio propuseram para acabar com a ‘raça’. Tudo por conta da votação que a região do Brasil deu para a presidente Dilma. A grande mídia diz que os atos xenofóbicos vieram dos sulistas. Entretanto, os próprios sulistas, neste caso os paulistas, não todos, apenas um milhão deles, elegeram um palhaço para a Câmara Federal, elegeram não, reelegeram. Sim, foi o palhaço Tiririca, aquele do jargão “vai abestado”.

Razão sulista
Numa coisa tenho de concordar com os paulistas, Tiririca brocou nas propagandas eleitorais, foi até tema de análise dos especialistas em comunicação. Para quem não viu as “propagadas revolucionárias” do deputado, que não faltou nenhuma sessão na legislação atual, basta conferir o vídeo no canal do Youtube, que teve mais de um milhão de acessos em dois meses de publicado. Para constar, Tiririca teve exatamente 1.016.796 de votos para ser um dos representantes de São Paulo no Congresso Nacional. #AgoraMeXingue

Votação expressiva
Mais expressão que 100 mil votos não existiu na eleição deste ano na Bahia. Quem conseguiu essa marca se destacou e ficou de boa. Decidida em primeiro turno, a eleição no estado foi marcada pela vitória do petista Rui Costa para substituir o também petista Jaques Wagner, e surpreendeu, já que Rui estava a todo o momento atrás nas pesquisas. Entre os casos deste pleito, algum parecido com o de São Paulo? Não, imagina! Tivemos apenas a reeleição do Pastor Sargento Isidório (PSC), que é mesmo sargento e está licenciado, e também pastor, mas atuante. Além da eleição de outras figuras ilustres, que é tema de outro texto.

Vontade do Povo
Como costuma dizer, Isidório “está” deputado pela vontade do povo. Polêmico e alvo de inúmeras críticas na internet, é também adorado entre seus seguidores. O pastor disse em entrevista para site da capital que se não fosse evangélico estaria hoje “queimando a rosquinha ou planejando assalto a banco”. E emendou: “Não é melhor ser evangélico?”.

Segundo mais votado
Ainda com o pastor/sargento, Isidório foi o segundo deputado estadual mais votado no estado, e se elegeria também para federal. Acredite! Quem ficou preocupado foi o atual presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), que na reta final estava ‘passando mal’, mas conseguiu reverter a situação e ultrapassou o pastor sendo o mais votado com 148.690 votos contra 123.234. Para quem não conhece, ou não sabe sobre o deputado/pastor, Isidório é autor de frases como: “A família que tem é homem com mulher. O resto é satanás”; e de ter declarado em plenário na Assembleia que é um ex-gay. O seu discurso sobre a o exame de próstata também é polêmico e tem declarações como: “Pensava que era de uma outra maneira. Mas, da maneira que o médico me tratou, a maneira que foi introduzido aquele dedo, foi horrível. Quase que desmaio, não aceito, saí de lá com o olho cheio de vaga-lume”.

Propostas
Entre as propostas do deputado estadual está a criação de uma Secretaria de Prevenção e Tratamento às Drogas. “Eu vou exigir, mas não vou forçar porque política é na conversa. E outra coisa, a gente tem de saber também, que nada é feito na mágica. Temos de ter a capacidade de dizer às pessoas que não entendem, como eu, que o governo não faz com vara de condão. Tem de ter recursos”, declara o parlamentar do PSC, Pastor Sargento Isidório, em entrevista para o site Bocão News.

#NãoTemEbola
Agora é oficial, o Brasil não tem ou teve caso de Ebola, doença que já matou mais de 4 mil pessoas no mundo. A suspeita de o vírus ter atravessado o Atlântico ficou só na suspeita mesmo. O Ministério da Saúde fez dois exames necessários para a comprovação e deram negativos. O resultado do segundo exame foi feito no Instituto Evandro Chagas, no Pará, e confirmou que o homem de 47 anos, procedente da Guiné, não tem o vírus. O governo federal afirma que as medidas de prevenção da doença permanecem iguais, inclusive com fiscalização das fronteiras e aeroportos.

Foco no teatro 1
As discussões sobre política nas redes sociais têm rendido muitos inimigos. Até diretora de teatro entrou no meio da peleja. De acordo informações de seus seguidores, a diretora tem bloqueado todo mundo que a contesta, até os amigos mais próximos também foram bloqueados. Esse profissional, e também artista, tem um histórico de polêmicas e agora resolveu apoiar a direita, nas figuras de Paulo Souto (para governo) e agora Aécio Neves (para presidente). Os debates são quentes e a atriz até que poderia focar mais no teatro e deixar esse drama pessoal de fora, mas não, foi para cima e acabou sendo metralhada.

Foco no teatro 2
Essa mesma dramaturga era amiga pessoal dos Magalhães e não tinha dificuldades em financiar suas produções. Uma rejeição na prestação de contas de um dos seus projetos pela utilização de uma nota fiscal irregular no início do governo do atual governador Jaques Wagner foi a gota d’água para ela iniciar sua campanha permanente em favor do retorno de seus velhos amigos ao poder.

Eliana teve mais votos
Nem acreditei quando vi que a candidata ao Senado pelo PSB-Rede, na Bahia, a ex-ministra do Superior Tribunal Federal, Eliana Calmon, teve mais votos que a candidata ao governo na sua chapa majoritária, a senadora do mesmo partido Lídice da Mata. Calmon teve 502.928, cerca de 8,4% dos votos, enquanto Lídice teve 432.379 votos, ou seja, 6,6%. Talvez os números mostrem muito mais que uma simples crítica, mas em uma cidade administrada pelo PSB, por exemplo, o gestor não apoiar o candidato do seu partido é, no mínimo, um afronto, pior ainda é dar 57 votos. #Capenga

vitorino

*Vitor Fernandes é jornalista e assessor de imprensa
 [email protected]

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas