Abertura do Novembro Negro em Salvador tem pré-estreia de novela angolana

Postado em nov 2 2014 - 12:20pm por Jornal da Chapada
cultura

Este ano terá como tema principal o Estatuto da igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa | FOTO: Reprodução |

O Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), realizará, nesta segunda-feira (3), a abertura oficial do Novembro Negro 2014, que este ano terá como tema principal o Estatuto da igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa. Durante o evento, que acontecerá a partir das 19h no Forte da Capoeira, no bairro do Santo Antônio Além do Carmo, será lançada a novela angolana “Windeck – Todos os Tons de Angola”, primeira teledramaturgia africana a ser exibida no Brasil.

Sancionado em 6 de junho de 2014, o estatuto que é tema das comemorações deste ano foi criado através da Lei 13.182 e garante à população negra a efetivação da igualdade de oportunidades, defesa de direitos individuais, coletivos e difusos, além do combate à discriminação e demais formas de intolerância racial e religiosa.

Pioneiro no Brasil, o Estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa da Bahia tornou lei um conjunto de demandas históricas pautadas pelo movimento social negro baiano, além de já contemplar avanços já implementados ou em fase de consolidação, como o Plano Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

Teledramaturgia africana – A novela “Windeck”será transmitida pela TVE, a partir do dia 10 de novembro, sempre às 22h. Produzida em 2012 pela Semba Comunicação, ela esteve entre as quatro produções estrangeiras que disputaram o Prêmio Emmy Internacional, em 2013, concorrendo com “Avenida Brasil” e “Lado a Lado”, ambas da Rede Globo. A produção já foi exibida em países do continente africano, como Angola, Cabo Verde e Moçambique, e na Europa foi veiculada em Portugal.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.