CidadesCuriosidadesEsportesMenu Principal

Chapada: Brasil Ride divulga resultados da ultramaratona de mountain bike na região

bike
Abraão Azevedo e Bart Brentjens são bicampeões na categoria master | FOTO: Reprodução/Red Bull |

Pelo quinto ano consecutivo, a principal Ultramaratona de Mountain Bike das Américas – Brasil Ride – aconteceu entre os dias 19 a 25 de outubro na região da Chapada Diamantina. Ao total foram cerca de 500 ciclistas na competição, oriundos de 20 países e 20 estados brasileiros que percorreram aproximadamente 600 quilômetros de trilhas e caminhos históricos da época do garimpo, acumulando quase 13.000 metros de altimetria (subidas). Foram sete dias de muito pedal e autoconhecimento, numa troca de experiência única entre os participantes e os 300 staffs envolvidos na organização.

“A Brasil Ride é uma prova transformadora. No esporte ela deixa um legado muito forte para o desenvolvimento do mountain bike Olímpico, apesar de ser disputada no formato ultramaratona, a pontuação conta para a classificação dos jogos Olímpicos. Além disso, a gente tem essa como a única prova realmente de nível internacional realizada no país. Então a gente conta com a participação de bons atletas renomados internacionalmente”, completa Avancini que despede-se da equipe Caloi e passa a defender o time da Cannondale Factory Racing até os Jogos Olímpicos 2016.

As atividades da Ultramaratona de Mountain Bike foram abertas com o tradicional café da manhã com os Guarinis (guerreiro-lutador, em tupi-guarani) no domingo (19.10). O segundo dia de competição é considerado a etapa “rainha” devido ao longo percurso de 147 quilômetros entre as cidades de Mucugê e Rio de Contas, percorrendo muitas trilhas, estrada de terra e travessias por lugares inóspitos pela região, passando por duas serras que somam mais de 3300 metros de desnível acumulado, além do exótico singletrack apelidado de “Vietnã”. O terceiro dia da Ultramaratona de MTB contou com uma etapa de cross country olímpico individual, realizado em Rio de Contas.

No quarto dia de prova, os ciclistas ultrapassaram a barreira da metade da prova, em que mais de 280 quilômetros de trilhas já ficaram para trás, somando mais de 5.500 metros de subidas acumuladas. No quinto dia, os ciclistas pedalaram aproximadamente 95 km de distância e mais de 1880 metros de altimetria acumulada (subidas!), com destaque para o trecho de mais de 40 km de descida, apelidada de “rolling stones” pela região conhecida como Serra das Almas.

No sexto e penúltimo dia de competição, o ritmo foi veloz e o pelotão pedalou para percorrerem cerca de 143 km de distância e 2.854 metros de altimetria acumulada com muita velocidade. O sétimo e último dia da Brasil Ride contou com cerca de 1 mil ciclistas na Chapada Diamantina, entre os participantes que concluíram a Ultramaratona de Mountain Bike e a prova de maratona, válida pelo Campeonato Baiano de MTB.

A equipe Superior Brentjens Mountain Bike Racing consagrou-se a grande campeã da 5ª edição, após vencer o estágio da grande final, que contou com 61,8 km de percurso e 926 m de altimetria acumulada, o time fechou a competição com o tempo acumulado de 26 horas, 05 minutos e 47 segundos. A decisão pelo título geral foi apertada, com apenas 2 minutos de diferença de tempo, que separavam três equipes da glória: Protek Team, Caloi Elite Team e Superior Brentjens Mountain Bike Racing. Os brasileiros Henrique Avancini e Sherman Trezza tiveram um problema com pneu rasgado, mas ainda assim garantiram o top 3 geral e a camisa de líder como melhor equipe das Américas.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas