Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Petrobrás está ‘maculada’, afirma senador Aécio Neves

Senador Aécio Neves |FOTO: Divulgação|
O senador mineiro, Aécio Neves |FOTO: Divulgação|

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou nesta sexta-feira, 14, que a Petrobrás está “maculada”. Ao comentar os desdobramentos da sétima fase da Operação Lava Jato, que nesta manhã prendeu um ex-diretor da estatal e executivos de empreiteiras, o tucano disse que a prisão reforça ligação do PT nas suspeitas de corrupção envolvendo a petroleira. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou sentir “vergonha” de falar sobre as denúncias.

Em encontro realizado em São Paulo com correligionários para agradecer a votação recebida no Estado nas eleições presidenciais, Aécio usou parte do seu discurso para atacar a gestão do governo federal. Segundo ele, a estatal incorporou “a marca perversa da corrupção”. Durante a sua fala, Aécio disse ainda que enquanto o PT celebra as eleições, um “importante diretor da Petrobrás indicado pelo PT” era preso. “A Petrobrás está maculada pela irresponsabilidade de alguns de seus diretores”, disse. Na sétima etapa da Lava Jato, foi preso temporariamente Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobrás, área comandada por ele entre 2003 e 2012.

Para o senador, a prisão de Duque “vai deixar muita gente sem dormir” porque, segundo ele, representa o elo mais forte com o partido. O tucano criticou também o fato de o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ter aberto investigação contra delegados da Polícia Federal pelo fato de eles terem manifestado nas redes sociais simpatia pela sua candidatura do neste pleito. Para Aécio, a ação é inadmissível e Cardozo deveria estar atento ao que acontece na Petrobrás. Ao falar sobre o escândalo na estatal, o senador Aloysio Nunes ironizou: “A casa caiu.”

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios