AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Secretaria de Saúde de Boa Vista do Tupim realiza caminhada de combate à chikungunya

fotos
O secretário de Saúde, Hilgo Rafael, liderou o movimento entregando a população panfletos com as instruções de prevenção da endemia | FOTO: Divulgação |

A febre chikungunya é uma doença viral parecida com a dengue, transmitida por um mosquito comum em algumas regiões da África e que recentemente tem alarmado a população brasileira. Na Bahia, foi registrado um alto índice de casos confirmados no município de Feira de Santana, que fica a 220 quilômetros de distância da cidade de Boa Vista do Tupim, na região da Chapada Diamantina. Preocupado com a propagação da nova endemia, a atual administração, comandada pelo prefeito João Durval Passos Trabuco, o popular Gidú do PT, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou uma caminhada de conscientização da população para a prevenção da doença. O evento foi no último dia 21, e reuniu o secretário Hilgo Rafael Mascarenhas Costa, parceiros, profissionais de saúde e estudantes das escolas municipais Ivanilda Monteiro, Colégio Municipal Boa Vista do Tupim e Centro Educacional Senador Juthay Borges de Magalhães.

fotos3
Estudantes dos Colégios Municipais foram parceiros no evento | FOTO: Divulgação |

A caminhada percorreu as principais ruas da cidade e os estudantes e os profissionais de saúde do município informaram à população sobre os perigos da febre chikungunya. A doença é causada pelo vírus CHIKV, cujo modo de transmissão acontece pela picada do mosquito aedes aegypti infectado e, menos comumente, pelo mosquito aedes albopictus. Os principais sintomas da doença são semelhantes aos da dengue: febre, mal-estar, dores pelo corpo, dor de cabeça, apatia e cansaço. A doença, apesar de pouco letal, é muito limitante. O paciente tem ainda dificuldade de movimentos e locomoção por causa das articulações inflamadas e doloridas, daí o “andar curvado”.

fotos4
A caminhada mobilizou agentes e todos os profissionais de saúde do município | FOTO: Divulgação |

“Vale informar, que a grande diferença da chikungunya está no seu acometimento das articulações, onde o vírus avança nas juntas dos pacientes e causa inflamações com fortes dores acompanhadas de inchaço, vermelhidão e calor local. Ainda não existe vacina contra ela. Na verdade, a prevenção consiste em adotar medidas simples no próprio domicílio e arredores que ajudem a combater a proliferação do mosquito transmissor da doença. Por isso fiquem atentos, e não deixem acumular água em pneus velhos, garrafas, lixo acumulado e entulhos em geral. Vamos juntos combater essa ameaça”, pontua o secretário Hilgo Rafael Mascarenhas Costa.

Confira mais imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas