Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Evento público marca Dia Internacional contra Corrupção

Durante todo o evento, cartilhas, folderes e outros materiais com orientações serão distribuídos ao público | FOTO: Divulgação |
Durante todo o evento, cartilhas, folderes e outros materiais com orientações serão distribuídos ao público | FOTO: Divulgação |

A Divisão de Combate à Corrupção (Diccor) do Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) e os órgãos que integram a Rede de Controle da Gestão Pública no Estado participam, na próxima terça-feira, 9 de dezembro, de evento público na Praça Campo Grande, em comemoração ao Dia Internacional contra a Corrupção. Das 9h às 17h, representantes de todos os órgãos públicos que integram a Rede de Controle mostrarão ao público presente as ações, iniciativas e resultados do trabalho desenvolvido para o combate à corrupção.

Após a abertura, às 9h, haverá um abraço simbólico representando a união de todos na luta contra a corrupção. Os órgão públicos convidam o cidadão a participar do ato. Durante todo o evento, cartilhas, folderes e outros materiais com orientações serão distribuídos ao público presente acerca da atuação dos órgãos públicos no combate à corrupção. Realizada anualmente pelos órgãos da Rede de Controle da Gestão Pública, a comemoração do Dia Internacional contra a Corrupção, 9 de dezembro, este ano integrará a Semana do Ministério Público que, entre outras iniciativas, realizará ações de atendimento ao cidadão na Praça Campo Grande.

No evento, o MPF/BA, além de prestar contas à sociedade da atuação da Divisão de Combate Corrupção, disponibilizará um posto da Sala de Atendimento ao Cidadão (SAC) para orientar e receber denúncias do público presente por meio do Portal do Cidadão (www.cidadao.mpf.mp.br). Quanto à prestação de contas da atuação da Divisão de Combate à Corrupção, registre-se que, desde que criada, em agosto de 2012, a Diccor já ajuizou 2.404 ações penais e 447 ações civis por improbidade administrativa por meio dos procuradores da República que atuam na Bahia e nas 12 unidades do MPF no interior.

Atualmente, a divisão tem 331 ações de improbidade e 151 ações penais tramitando, relativos aos quatro ofícios da Diccor na capital, além de 743 ações por improbidade e 473 ações penais que tramitam como resultado da atuação das unidades do MPF no interior. Extraído do Política Livre.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios