Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

PRE pede cassação de João Gualberto por uso de veículos da prefeitura em campanha

gualberto
Além do prefeito, dois candidatos a deputados federal e estadual na última eleição foram alvo da representação pelo uso de veículos locados pela prefeitura para propaganda eleitoral | FOTO: Jornal da Chapada |

A Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA) ajuizou representação contra o prefeito de Mata de São João, Otávio Marcelo de Matos Oliveira, e os candidatos a deputados federal e estadual, João Gualberto Vasconcelos (PSDB) e Fernando Antonio da Silva Pereira, respectivamente, pelo uso de veículos locados pela prefeitura para propaganda eleitoral. A PRE requer que seja imposta multa aos dois primeiros representados e a cassação dos registros ou diplomas dos dois últimos. A representação foi expedida na última quinta-feira, 11 de dezembro.

Este ano, a 2ª Promotoria de Justiça de Mata de São João/BA instaurou inquérito civil para apurar o uso de veículos locados pela prefeitura. Para assegurar o uso correto dos automóveis, foi expedida recomendação para que o município, por meio do seu prefeito, Otávio Oliveira, estabelecesse o controle eficiente da utilização dos veículos oficiais, a fim de evitar o uso em atividades que não fossem de interesse público.

Porém, durante o período de campanha eleitoral, dez veículos alugados pela prefeitura foram flagrados com plotagem de propagandas eleitorais de João Gualberto e Pereira. Dos dez automóveis, averiguou-se que ao menos oito eram abastecidos com recursos municipais e um servia, também, como carro de som.

De acordo com o procurador eleitoral auxiliar André Batista, autor da representação, o prefeito valeu-se do controle da Prefeitura Municipal de Mata de São João para promover a candidatura dos outros dois representados. O prefeito e os candidatos violaram os quatro primeiros incisos do art. 73 da Lei 9.504/97, que elenca as condutas vedadas aos agentes públicos em campanha eleitoral, como a distribuição gratuita, em favor de candidato, de bens e serviços de caráter social custeados pelo poder público. As informações são do MPF-BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios