Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Maria Quitéria e Machado batem chapa pela presidência da UPB

upb
Maria Quitéria e Ricardo Machado disputam o cargo maior da União dos Municípios da Bahia | FOTO: Divulgação |

Nesta quarta-feira (14), 390 prefeitos associados à União dos Municípios da Bahia (UPB) irão escolher quem será o novo presidente do órgão, cujo orçamento anual é pequeno, de R$ 5,4 milhões, mas possibilita o contato direto com lideranças políticas dos 417 municípios do Estado. A eleição, que acontecerá na sede do órgão, no Centro Administrativo, na Paralela, ocorrerá das 9h às 17h. A expectativa é grande em torno das duas chapas, “Unidos Pelo Municipalismo”, da candidata à reeleição e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), e “União, Força e Fé”, cujo postulante é o petista Ricardo Machado (PT), prefeito de Santo Amaro.

Os dois candidatos encabeçam chapas de prefeitos aliados à base do governador Rui Costa e garantem que realizaram um bom diálogo com os municípios baianos. Maria Quitéria (PSB) mostra-se segura e acredita que conseguirá se reeleger com a força que obteve nos últimos dois anos e a conquista do aumento de 1% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), luta a qual encabeçou e saiu vitoriosa na Câmara Federal. Na terça (13), ela participou de um jantar de apoio à sua candidatura na churrascaria Sal e Brasa. “Espero ter o suficiente para ganhar a eleição, na verdade meu trabalho na UPB me deu essa prioridade. Porque como trabalhávamos em consórcios temos uma abertura com os colegas muito grande”, disse ao jornal Tribuna da Bahia.

Com a mesma segurança se apresenta o concorrente dela, o prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), que começou a campanha com pouca força. Nos bastidores, ventila-se que começou a engrenar uma candidatura com o apelo à amizade que tem com o governador, muito embora o Rui já tenha declarado que não tomaria partido na disputa por considerar ambos os nomes capacitados para o cargo. Defensor da alternância de poder e do fim da reeleição, Machado propõe um novo pacto federativo e o acompanhamento das transferências constitucionais. Além disso, integra sua bandeira de pautas a ampliação das receitas tributárias próprias, apoio jurídico e contábil aos ex-prefeitos e prefeitas.

“A expectativa são as melhores. Hoje o quadro é favorável para a agente. Nos nossos cálculos, temos já 203 votos e amanhã conseguiremos chegar aos 230 a 240”, afirma. Machado criticou ainda a postura de Quitéria diante da campanha. Segundo ele, a socialista estaria desde agosto do ano passado fazendo campanha e se apresentando como candidata única. “Ela como presidente já vinha fazendo a campanha desde agosto do ano passado. Ela chegava e se apresentava como candidata única aos prefeitos. A partir do momento que os prefeitos passaram a perceber que tinha outra opção, sem sobra de dúvida, de dez que eu falava, nenhum ficou com dúvida mais”, acrescentou. Sobre a declaração, a socialista afirmou: “Se eu quisesse que a eleição fosse antecipada, faria em dezembro como poderia ter sido, pois não tem nada previsto no estatuto. Dei tempo suficiente para que todos pudessem se inscrever. Não galgo um espaço que não tenho direito. Trabalhei sempre para que o nosso espaço fosse bem representado”.

A candidata tem entre suas pautas “não deixar com que os prefeitos saiam fichas-sujas por um problema que não é só do município, é um problema nacional, a queda de receita”. “Minha chapa é pluripartidária”, afirmou. Quitéria tem uma grande representatividade no estado, e conta com adesões do prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PV); e de Ibotirama, Terence Lessa (PT). Os dois chegaram a ter os nomes ventilados. A chapa de Quitéria é composta pelo prefeito de Rui Barbosa, José Bonifácio (PT), como vice-presidente institucional; pelo prefeito de Barra do Choça, Oberdan Rocha (PP), como vice-presidente administrativo; pelo prefeito de Mutuípe, Luis Carlos Cardoso (PT), como primeiro secretário; prefeito de Coribe, Manoel Rocha (PR), como segundo secretário; pelo prefeito de Teixeira de Freitas, João Bosco Bittencourt (PT), como primeiro tesoureiro; e pelo prefeito de Juazeiro, Isaac de Carvalho (PCdoB).

A de Machado, além de dez prefeitos que integram como candidatos ao Conselho Fiscal, compõem a chapa o prefeito de Abaíra, João Hipólito Filho (PTB), vice-presidente institucional; o prefeito de Lauro de Freitas, Márcio Paiva (PP), vice-presidente administrativo; o prefeito Antônio Armando (PT), como primeiro secretário; a prefeita de Araçás, Maria das Graças Leal (PT), como segunda secretária; o prefeito de São Félix, Eduardo José de Macêdo Júnior (PSB), como primeiro tesoureiro; e o prefeito de Entre Rios, Fernando Almeida de Oliveira (PSD), como segundo tesoureiro. Extraído da Tribuna da Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios