Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Vereador reafirma descentralização do carnaval para bairros: “O povo escolhe onde quer curtir”

foto
Suíca durante entrevista para mídia local do Nordeste de Amaralina | FOTO: Divulgação |

O Carnaval do Nordeste de Amaralina, Circuito Mestre Bimba, é mais uma alternativa para os festejos de momo na capital baiana. Em sua terceira edição, a festa não aparece na programação oficial do Carnaval de Salvador, mas para a comunidade local isso não é um problema, pelo contrário, as famílias não vão para Barra/Ondina e ficam se divertindo em seu bairro. Neste ano, a abertura do carnaval no Nordeste de Amaralina contou com a participação de lideranças comunitárias e políticas, como o vereador Luiz Carlos Suíca (PT) e membros da Associação de Blocos Independentes do Nordeste de Amaralina (Abina), que organizaram o evento.

“A proposta é valorizar a cultura local e de raiz afro. O Nordeste, durante anos, cedeu à cultura baiana diversos compositores e artistas de grande sucesso. Então, o bairro já tem esse protagonismo. Do ponto de vista do carnaval da cidade, a descentralização é extremamente importante porque ela aproxima o carnaval do folião, diminui o número de usuários dos meios de mobilidade da cidade e de pessoas concentradas nos circuitos do centro”, salienta Suíca.

Para o edil petista, o importante é dar oportunidades para as pessoas escolherem onde querem brincar. “O folião do bairro periférico deve ter a opção de ir para o centro ou de ficar em seu bairro e receber seus amigos e familiares. O povo que escolhe onde quer curtir o carnaval. Nesta festa do Nordeste foi fácil identificar grupos de crianças, famílias inteiras brincando como toda a irreverência carnavalesca”. Ainda segundo Suíca, esses bairros periféricos “transbordam cultura” e apontou para os investimentos deste ano com o apoio decisivo da Bahiatursa, da Bahia Gás e a participação da Secretaria Municipal de Turismo (Saltur), que auxiliou com alguns trios.

“É importante dizer que a festa no bairro contou com a transmissão online do site ‘Nordeste Eu Sou’, um grupo de mídia independente, e da Rádio Comunitária 88FM. A intenção é fazer um seminário com esses grupos e com a Abina para debater a edição de 2016 e buscar a participação das atrações locais na programação do circuito oficial do Carnaval de Salvador. É preciso também mais investimentos dos órgãos estaduais e municipais”, completa o vereador. O petista ainda informa que no domingo (15) acontece o carnaval no bairro de Pernambués, com as mesmas características da festa no Nordeste de Amaralina.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios