CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

No Ilê Aiyê, deputado cobra investimentos para blocos afros e aplicação do estatuto da igualdade

ilê
Valmir com o Rei Momo, secretária de estado e militantes do movimento negro no Ilê Aiyê | FOTO: Divulgação |

O carnaval segue com os blocos afros nos circuitos oficiais da festa de momo em Salvador. Neste sábado (14) foi a vez do Ilê Aiyê cobrir a avenida com seu manto e levar o tema ‘Diáspora Africana-Jamaicana’ deste ano para o público carnavalesco. Quem esteve na saída do Ilê foi o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que levou a militância do movimento negro da Bahia para as ruas da capital. O parlamentar petista voltou a cobrar mais investimentos para os blocos afros e pediu aplicação do Estatuto da Igualdade Racial. “É preciso olhar com mais carinho para os blocos afros, são eles que contam nossa história. Esse ano, o Ilê trouxe a diáspora africana para o carnaval de Salvador, um símbolo de vitória, pois todos nós saímos vitoriosos. O Ilê mantém a tradição e chega aos 41 anos com a força de um jovem, levando para as ruas nossas características, anseios, e uma inquietude evidente de crescimento cultural, inclusive para o interior do estado”, destaca Assunção.

A campanha da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), comandada pela titular Vera Lúcia Barbosa, a Lucinha do MST, também foi lembrada pelo deputado federal. Valmir destacou a luta contra o racismo e a intolerância religiosa pela pasta no carnaval e também destacou a atuação do estado no enfrentamento à violência contra a mulher. “Colocamos os blocos nas ruas e estamos apoiando todas as campanhas do governo estadual. É mais uma maneira de conscientizar as pessoas de que os direitos são iguais para todos independente da raça, da religião ou do gênero. Tanto que esse carnaval de Salvador é conhecido por sua diversidade. E precisamos ampliar as participações das entidades de matriz africana e realizar outras ações, como a aplicação do estatuto da igualdade, que envolve também programas e projetos para o fortalecimento e fomento da cultura negra na Bahia. Isso o estado já começou, mas ainda temos muito para fazer, e outras atividades de reparação são estabelecidas”, completa o petista, que volta à folia momesca neste domingo (15) no bloco ‘Filhos de Gandhy’.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas