AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Lençóis sedia oficina de capacitação em Comunicação para o ‘Alto Paraguaçu’ em março

rioo
Projeto Semeando Águas no Paraguaçu promove atividade para formar multiplicadores da informação sobre a importância da bacia do rio Paraguaçu | FOTO: Reprodução/Reginaldo Tracajá |

Entre os dias 3 e 5 de março, a cidade de Lençóis será sede da Oficina de Capacitação em Comunicação do Alto Paraguaçu – Chapada Diamantina, que reunirá cerca de 35 representantes de prefeituras, agricultores, organizações da sociedade civil, grupos comunitários, instituições de ensino, professores e lideranças sociais que de alguma forma participam do processo de articulação e mobilização social em prol da bacia do Rio Paraguaçu. A iniciativa é promovida pelo projeto Semeando Águas no Paraguaçu, uma parceria entre a Conservação Internacional (CI-Brasil), a Secretaria do Meio Ambiente da Bahia (Sema) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), contando com o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

O principal objetivo da Oficina de Capacitação em Comunicação é mostrar como a comunicação pode contribuir com o processo educativo e de formação de uma rede de comunicadores e educadores locais para difundir o conhecimento sobre os recursos naturais do Alto Paraguaçu utilizando canais de comunicação viáveis, eficazes e criativos. Durante o evento serão abordados desde a teoria da comunicação até experiências práticas de produção de anúncios de rádio e exposição fotográfica. O curso também traz um módulo com informações acerca da biodiversidade local, riquezas e ameaças ao meio ambiente da região do Alto Paraguaçu.

“A comunicação é uma peça importante do processo de implantação efetiva das ações do projeto Semeando Águas no Paraguaçu e a CI-Brasil tem boa experiência em articular ações de comunicação em inúmeras regiões do país”, observa Rogério Mucugê, coordenador do projeto Semeando Águas no Paraguaçu. “Esperamos contribuir com os atores locais para que as informações circulem de forma eficiente e cheguem aos públicos que precisam ser sensibilizados para a importância da conservação da bacia do rio Paraguaçu. É um trabalho de multiplicação de conhecimentos.”

Os participantes da oficina foram selecionados com base em critérios como experiência anterior em capacitações, engajamento comunitário, compatibilidade da expectativa em relação ao conteúdo programático, diversidade de formação, atuação e faixa etária. “A procura pela oficina foi grande e o número de pessoas que se candidataram foi surpreendente. Ao todo, recebemos 51 inscrições, entretanto, temos 35 vagas disponíveis”, pondera Rogério Mucugê.

A seleção priorizou também a participação de pelo menos uma pessoa por município da região do Alto Paraguaçu: Barra da Estiva, Ibicoara, Mucugê, Palmeiras, Andaraí, Lençóis, Piatã, Seabra, Boninal, Iraquara, Souto Soares, Mulungu do Morro, Utinga, Bonito, Wagner e Morro do Chapéu. “O Projeto tem ações que abrangem toda a bacia do rio Paraguaçu, mas o foco de atuação principal é concentrado no Alto Paraguaçu e por isso, buscamos contemplar futuros comunicadores dos 16 municípios que atuamos,” complementa Rogério.

O projeto Semeando Águas no Paraguaçu tem como objetivo mobilizar os agentes locais em prol da recuperação ambiental da bacia do rio Paraguaçu e implantar ações que sirvam como referência para a adequação ambiental das propriedades rurais e de restauração ecológica em áreas de matas ciliares e nascentes. A bacia do Paraguaçu é uma das mais importantes do Estado da Bahia, sendo fundamental para o abastecimento de água da região metropolitana de Salvador, representando 60% do abastecimento de água dessa região. A saúde dessa bacia hidrográfica é fundamental para o abastecimento de água para cerca de 2,3 milhões de pessoas em 86 municípios do Estado.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo