Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Secretário da Serin diz que indicação para presidência da Embasa é negociação do governador com Marcelo Nilo

JOSIAS
Em entrevista à Rádio Metrópole, Josias Gomes salientou a importância estratégica que a Embasa representa para o governador Rui Costa | FOTO: Reprodução |

O secretário de Relações Institucionais do governo da Bahia, Josias Gomes, afirmou que não está se envolvendo diretamente nas negociações para a escolha do novo presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). “São nomes de grande envergadura que o governador tem que escolher. É um fator relevante e Rui vai conseguir resolver. A relação do governador com o deputado Marcelo Nilo é de uma elegância muito grande, mas essa negociação é entre eles. Eu não estou me envolvendo porque quando cheguei à Secretária de Relações Institucionais (Serin) ela já acontecia”, salientou Josias Gomes, em entrevista concedida nesta segunda-feira (2) à Rádio Metrópole FM, comandada pelo radialista Mário Kértsz.

Josias Gomes salientou a importância estratégica que a Embasa representa para o governador Rui Costa, já que o “Programa Água Para Todos” foi criado na Bahia e, posteriormente, adotado pelo governo federal. “As negociações estão ocorrendo e não vejo problemas em sua solução. Acredito que chegaremos facilmente a um desenlace correto”, avaliou o titular da Serin. Ele destacou como boa a relação do presidente da Assembléia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), com o Executivo Estadual. “É uma relação boa. Temos muitos parlamentares reeleitos que já tinham uma tratativa com o governo anterior, que agora se mantêm. O presidente da Assembléia é um deputado experiente e não acho que haja maior complexidade, mas tem essa questão do presidente da Embasa, que é indicação de Nilo, e não vou me meter nisso”, afirmou.

Sobre sua atuação à frente da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), Gomes destacou a interação com todos os políticos baianos, sejam eles deputados, prefeitos, e vereadores, além dos líderes comunitários. “São eles que têm o contato direto com o povo e cabe a mim a tarefa de procurar resolver os problemas e reivindicações apresentadas. São todas demandas importantes e numerosas, mas só podemos atender parte delas. Tenho que mostrar as dificuldades financeiras e dizer aguente mais um tempinho”, afirmou Gomes.

Surpresa
Na entrevista descontraída Josias Gomes revelou a surpresa do ex-governador Jaques Wagner ao vê-lo na sala de reunião da governadoria. Segundo ele, a atitude de Wagner mostrou seu “desapego” em relação com a nova gestão. “Sempre admirei Wagner. No dia em que Rui me chamou para ser secretário fui para a governadoria, onde teria o ato de apresentação. Wagner entra na sala de reunião e tomou um susto quando me viu. Perguntou para qual secretaria eu iria e Isso mostra seu desapego. Não pelo poder em si, mas pela função que representou. Ele confiou integralmente no seu substituto e não fez indicação nenhuma para a composição da nova equipe”, afirmou.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios