Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Moradores de Andaraí e Lençóis pedem ao governo uma balsa para a travessia do Rio Utinga

utinga
O rio (trecho da Fazenda Ponte Nova) nasce no município de Utinga e deságua no Rio Paraguaçu | FOTO: Reprodução/João Marcos |

Moradores dos municípios de Andaraí e Lençóis, na Chapada Diamantina, estão reivindicando ao Governo do Estado a implantação de uma balsa elétrica no Rio Utinga, no trecho do povoado de Remanso com cerca de 400 metros de extensão. Segundo o empresário Jânio Azevedo, morador de Lençóis, a cidade de Andaraí fica a 100 quilômetros de distância de Lençóis, mas este percurso pode ser encurtado para 36 se esse trajeto fosse feito pelo Remanso, por meio da balsa elétrica, não havendo necessidade de dar a volta pela BR-242.

trave
A balsa elétrica seria para uma travessia de 400 metros | FOTO: Reprodução |

De acordo com informações, em 2008, a proposta de criação deste novo roteiro turístico foi apresentada pelo próprio Jânio Azevedo ao então secretário estadual de Turismo, Domingos Leonelli. O projeto previa a criação de uma parceria da iniciativa privada com a associação quilombola do Remanso, onde está situado o decantado Pantanal Marimbus. Porém, nem o apelo turístico, nem o caráter social do projeto sensibilizaram o poder público.

Leia também:
Chapada: Guias de Lençóis reivindicam ações do ICMBio para uso da trilha da Fumaça

Atualmente, apenas com veículos de tração nas quatro rodas é possível desbravar as belezas de um roteiro similar, pela Velha Estrada do Garimpo. “A travessia Marimbus-Montanha poderia estar servindo, não somente à atividade turística, mas para reduzir as distâncias entre Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Mucugê e Itaetê”, esclarece Jânio Azevedo.

Para o empresário, que também é produtor rural, quem defende que as coisas continuem como estão, “sob o pretexto de garantir a preservação do meio ambiente, mal se dá conta de que defende no mesmo pacote a elitização do acesso”. Para Jânio, isso é uma restrição do direito de ir e vir. “[É] um processo em que poucos ganham, poucos desfrutam e a maioria paga o preço e o risco de longas e desnecessárias viagens pelas BRs da vida”.

mapa
Travessia pode ser feita por Remanso | FOTO: Divulgação |

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios