Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu Principal

Dia Mundial de Combate à Tuberculose terá diversas atividades

tuber
Na Bahia, em 2013 ocorreram mais de 4,9 mil casos novos de tuberculose, com taxa de incidência de 32,7 por 100 mil habitantes | FOTO: Reprodução |

“Alcançar, diagnosticar, tratar e curar todos”. Essa é a principal mensagem do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, comemorado a 24 de março. Na Bahia, a data será marcada com uma série de atividades, iniciativa da Secretaria da Saúde do Estado, por meio do Programa de Controle da Tuberculose. A programação inclui o Seminário “Tuberculose: O Que Há de Novo?”, que será realizado no dia 24, de 8 às 18 horas, na sede da Associação Bahiana de Medicina (ABM), em Ondina. De acordo com dados do Programa Estadual de Controle da Tuberculose, os números relativos à doença são alarmantes, superando a estimativa inicial, de 8,6 milhões de casos, apesar de todos os esforços realizados mundialmente para o controle da doença. A tuberculose fez 1,5 milhões de vítimas entre os 9 milhões que contraíram a doença, número superior às estimativas iniciais. Entre as vítimas, 360 mil eram doentes infectados com o vírus HIV.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) atribui o aumento do numero de casos, “aos investimentos nos sistemas de monitoramento e vigilância, que proporcionam mais e melhores dados”. Em 2013, foram diagnosticados 9 milhões de novos casos da doença no mundo, mas calcula-se que 3 milhões de casos não são diagnosticados nem tratados, ou são diagnosticados mas não registrados pelos Programas Nacionais de Controle da Tuberculose.

“Acrescente-se a esse cenário, o número alto de casos de tuberculose resistente a múltiplas drogas, o que ainda é uma ameaça crescente à saúde no mundo, e às dificuldades no acesso à assistência, tratamento e ao diagnóstico das populações mais vulneráveis. A luta contra a doença fez importantes avanços nos últimos anos, mas ainda estamos longe de alcançar as metas propostas pela OMS”, pontua a médica Maria do Carmo Corbacho, técnica do Programa de Controle da Tuberculose da Sesab.

NA BAHIA
Na Bahia, em 2013 ocorreram mais de 4,9 mil casos novos de tuberculose, com taxa de incidência de 32,7 por 100 mil habitantes, proporção de cura de 64,7% e abandono de 7,4%, enquanto foram registrados 410 óbitos, evidenciando que são necessários maiores e mais articulados esforços para avançar no enfrentamento e controle da doença. “A recente implantação do Teste Rápido Molecular para o diagnóstico dos casos novos da doença, identificação da tuberculose multiresistente e também para o diagnóstico de resistência em casos de retratamento, traz novas perspectivas para a detecção e tratamento precoce da doença”, explica Maria do Carmo.

Em relação ao tratamento, a médica revela que também houve um avanço considerável com a implantação, no Brasil, do esquema “4 em 1”, ou dose fixa combinada, em um mesmo comprimido, e a reintrodução de outros fármacos já conhecidos no tratamento da tuberculose, além da utilização de outros medicamentos já existentes no mercado. “Some-se a isso a realização do teste rápido para HIV e a indicação, a partir de 2015, de realização da cultura para BK para todos os casos diagnosticados”, conclui.

OUTRAS ATIVIDADES
A programação do Dia Mundial de Combate à Tuberculose prevê para os próximos dias 16, 17 e 18, mostra de vídeos, visualização da Mycobacterium ao microscópio, exposição de posters e jogos educativos sobre tuberculose em três escolas estaduais em bairros do Distrito Sanitário do Subúrbio Ferroviário de Salvador, numa iniciativa da Sesab, secretaria Estadual de Educação, Escola de Enfermagem da UFBa e Fiocruz.

Entre os dias 16 e 27, acontecem atividades educativas de prevenção da tuberculose nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família, nos municípios prioritários para a doença e sedes das Bases Regionais de Saúde. Entre os dias 20 e 27, serão realizadas reuniões alusivas à data, nas Unidades Básicas dos 12 Distritos Sanitários, iniciativa do Programa Municipal de Controle da Tuberculose.

Rodas de conversa sobre tuberculose para Internos na Escola do Complexo Penitenciário de Salvador em Mata Escura, palestras sobre tuberculose para agentes penitenciários e equipe de suporte administrativo, intensificação da busca ativa na escola e distribuição de folhetos para os profissionais da unidade (agentes penitenciários, equipe de suporte administrativo ocorrem entre os dias 24 e 26. No dia 24, na ABM, será realizado o seminário “Tuberculose: o que a de novo?”, aberto ao público em geral, que pode se inscrever no dia e local do evento – ABM. Estudantes podem se inscrever previamente, através do email: [email protected] .

No dia 25, o Comitê Baiano de Controle da Tuberculose promove uma mobilização comunitária, no Hospital Especializado Octávio Mangabeira, e no dia seguinte, 26, haverá audiência pública sobre tuberculose na Bahia, na Assembléia Legislativa da Bahia. No município de Lauro de Freitas, haverá treinamento para agentes comunitários de Saúde e enfermeiras das Equipes de Saúde da Família, para identificação de sintomático respiratório, busca de sintomáticos respiratórios nas visitas das áreas adstritas, palestras, distribuição de folders e orientação nas salas de espera do ambulatório do Centro de Referência, palestra sobre tuberculose para os professores da rede municipal e para profissionais de saúde e Agentes penitenciários do Conjunto Penal de Lauro de Freitas.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios