Governador assina contratos para ocupação do Baixio de Irecê

Postado em abr 24 2015 - 6:00pm por Jornal da Chapada
foto

O governador Rui Costa durante atividade no interior da Bahia | FOTO: Reprodução/Mateus Pereira |

O governador Rui Costa e o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Elmo Vaz, assinam na segunda-feira (27), às 9h30, em Xique-Xique, os contratos de Concessão de Direito Real de Uso (CDRU), com os primeiros 49 agricultores familiares, escolhidos por meio de seleção pública para ocupação do Baixio de Irecê.

No evento, que será realizado em frente ao Centro Administrativo do perímetro do Baixio de Irecê, Rui Costa e Elmo Vaz assinam ainda ordens de serviços para o preparo e correção de solo das 49 unidades parcelares; as obras de encascalhamento das estradas secundárias e remontagem das tomadas de água dessas unidades; e o apoio à fiscalização de serviços complementares de engenharia e ambientais. O investimento total nessas ações é de aproximadamente R$ 1,8 milhão, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A partir da ocupação desses 49 lotes do projeto, a expectativa é de que sejam gerados 318 empregos diretos e 636 indiretos, com estimativa de uma safra agrícola de 20 toneladas de frutas e Valor Bruto de Produção de R$ 4,8 milhões por ano.Quando estiver em franca operação, o Baixio de Irecê tem potencial para ser um dos maiores perímetros de irrigação da América Latina. É um dos projetos incluídos no programa Mais Irrigação, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional.

Baixio de Irecê
A área do projeto está localizada a cerca de 500 km de Salvador, ao norte da região do Médio São Francisco, abrangendo os municípios de Xique-Xique e Itaguaçu da Bahia. O Baixio de Irecê ocupa uma área de 93,5 mil hectares, sendo cerca de 48 mil hectares para agricultura irrigada, 23 mil hectares para atividades não irrigáveis e 22,5 mil hectares de área de reserva legal.

Para a implantação do projeto, a Codevasf realizou estudos técnicos, elaboração de projetos, aquisições de terras e construção de estação de bombeamento de canais, rede de drenagem (principal e secundária), redes de energia elétrica, estradas dos sistemas viários internos e acesso ao projeto.

Acesso
O acesso à área do projeto ocorre principalmente pela rodovia BA-052, que liga Xique-Xique a Feira de Santana, interligando-se à malha viária nacional pela BR-116.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.