Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Final de semana tem céu encoberto e chuvoso no litoral e ensolarado em parte da Bahia

chuva
Para as regiões da Chapada Diamantina e sudoeste, onde a massa de ar atua com menos intensidade, há possibilidade de eventos isolados de chuva fraca, sendo mais frequentes no final da tarde e durante a noite | FOTO: Reprodução |

As condições do tempo previstas para os próximos dias na Bahia, incluindo o final de semana, continuam influenciadas por sistemas meteorológicos de diferentes características e em áreas distintas. Na faixa centro-oeste e norte do estado, o predomínio será de céu ensolarado e sem chuva. No centro-leste, o céu se mantém encoberto e chuvoso na maior parte do período.

A frente fria que avançou para o Oceano Atlântico continua intensificando os ventos úmidos, trazendo mais umidade e, consequentemente, chuva. Em decorrência, para as localidades mais próximas ao litoral dessas regiões, a exemplo de Salvador e região metropolitana, a chance de ocorrer chuva mais intensa é maior. Nas regiões do Recôncavo, nordeste e sul também predominam os ventos úmidos.

De acordo com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), vinculado à Secretaria do Meio Ambiente (Sema), nas áreas com menor chance de chuva é a massa de ar quente e seco que continua influenciando o tempo. Este sistema, além de reduzir a nebulosidade, está contribuindo para manter os índices de umidade do ar, relativamente, baixos (em torno de 30%) e temperatura elevada (com máxima podendo chegar a 35°C).

Temperatura e queimadas
Com o tempo quente e seco, somado à vegetação já ressecada, aumenta o risco de ocorrer focos de queimadas, principalmente, nas regiões norte, São Francisco e oeste. Esse panorama também é considerado preocupante para a saúde da população, sobretudo, em relação aos baixos índices de umidade do ar, pois o ideal, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), seria de, no mínimo, 60%. Assim, para minimizar os danos à saúde recomenda-se a hidratação contínua, com ingestão de líquidos como água e sucos.

Para as regiões da Chapada Diamantina e sudoeste, onde a massa de ar atua com menos intensidade, há possibilidade de eventos isolados de chuva fraca, sendo mais frequentes no final da tarde e durante a noite. Também nessas regiões são esperadas as temperaturas mais amenas do estado, com mínimas variando entre 14°C e 17°C, podendo ocorrer durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã. Com isso, as chances de ocorrer neblina são elevadas, o que requer mais atenção nas estradas, principalmente, nesse período.

Maré e radiação
De sexta-feira a domingo (15 a 17), a maré deve atingir altura máxima de 1h às 3h e entre 13h e 15h, com valores de 2,0 e 2,9 metros. A altura mínima ocorre das 7 às 9h e das 19 às 21h, oscilando de 0,1 a 0,3 metro. A previsão é de ondas com agitação de moderada a forte tendo altura máxima podendo chegar a 2,5 metros.

Uma das características do outono é que, na primeira metade, se assemelha ao verão, com temperatura elevada e chuva mais intensa, e da segunda metade ao inverno, com baixa temperatura e chuva de fraca intensidade. Também na estação há redução na incidência de radiação solar no Hemisfério Sul e, consequentemente, nos Índices de Radiação Ultravioleta (IUVs).

Por isso, os índices previstos devem variar de 8 a 10. Mesmo com essa redução, a OMS os classifica como de categoria ‘muito alta’, o que resulta na necessidade da população evitar exposição prolongada à radiação solar, principalmente no horário das 10 às 16h, quando os efeitos danosos à saúde são maiores. A sugestão é utilizar protetor/filtro solar, chapéu, boné, óculos escuros e roupa leve.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios