Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu Principal

Governo do Estado cede novo espaço para ‘Alaíde do Feijão’, que pode se tornar Ponto de Cultura

foto 1
O ofício da produção de quitutes foi herdado por Alaíde, ainda durante a adolescência, através da sua mãe | FOTO: Lucas Rosário |

Ponto de encontro de artistas e ativistas de diversos movimentos sociais, o restaurante de Alaíde do Feijão mudará de endereço nesta terça-feira (7), às 19h, quando será inaugurado sua nova sede, na Rua das Laranjeiras, nº 26, no Pelourinho, em imóvel cedido pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC). O espaço dará mais visibilidade ao empreendimento, conforto à clientela e infraestrutura para manifestações culturais, além de atender a uma antiga demanda da comunidade, cuja luta teve à frente lideranças como João Jorge, do bloco afro Olodum.

O local pode ser transformado em Ponto de Cultura, que impulsiona a realização de ações envolvendo Arte, Educação, Cidadania, Cultura e Economia Solidária, a partir de convênio com a Secretaria da Cultura (SecultBA) e o Ministério da Cultura (MinC). A iniciativa é uma articulação conjunta do governo estadual, por meio do Gabinete do Governador e da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Secretaria de Cultura (Secult), IPAC e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), vinculados à Secult. Antes, o restaurante funcionava na Ladeira da Ordem Terceira do São Francisco, no mesmo bairro.

Tradição
O ofício da produção de quitutes foi herdado por Alaíde da Conceição, popularmente conhecida como Alaíde do Feijão, ainda durante a adolescência, através da sua mãe, que possuía uma banca na região da Praça Cayru, no bairro do Comércio, desde 1960. O espaço funcionava das 18h às 6h, e durante a noite dezenas de soteropolitanos e turistas passavam pelo local para experimentar as iguarias, dentre as quais, o feijão se destacava.

foto 2
Nesta terça, será inaugurada a nova sede do restaurante, que mudará de endereço, mas permanecerá no Pelourinho | FOTO: Lucas Rosário |

Com a aposentadoria da mãe, Alaíde tomou para si a responsabilidade de manter viva a tradição dos quitutes e seguiu fazendo sucesso com a fórmula do tempero, ensinada pela matriarca da família. Em 1993 a quituteira abriu seu primeiro restaurante no Pelourinho, e ampliou o cardápio, que passou a ter uma maior variedade de opções. Além do menu, a fama de Alaíde também cresceu e chegou a diversas partes do país e até do exterior.

Na mesma área do Centro Histórico, o governo estadual, via Secretaria de Turismo, está promovendo a articulação dos diversos órgãos e secretarias para que as ações sejam transversais e complementares nas áreas de infraestrutura urbana, segurança e serviços turísticos, preparando a região para o próximo verão e oferecendo mais conforto para população residente, frequentadores e turistas.

O quê: Inauguração do novo restaurante de Alaíde do Feijão
Quando: terça-feira (07.07.2015), às 19h
Onde: Rua das Laranjeiras, nº 26, no Pelourinho – Térreo

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios