Ministério Público investiga denúncia de agressão de PMs contra jornalista

Postado em jul 9 2015 - 10:58am por Jornal da Chapada
foto

O jornalista informou ao Portal G1 que formalizou a denúncia a convite do promotor José Emanuel Lemos | FOTO: Reprodução/Facebook |

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) instaurou um procedimento investigatório para apurar a denúncia de agressão de policiais militares ao jornalista Marivaldo Filho. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da instituição nesta quarta-feira (8). O editor de política do site “Bocão News” fez denúncia junto ao MP na terça-feira (7), três dias após ter sido abordado. O jornalista informou ao Portal G1 que formalizou a denúncia a convite do promotor José Emanuel Lemos. “Ele disse que tudo seria devidamente apurado”, informou.

Leia também:
“Isso acontece todos os dias na periferia de Salvador”, desabafa jornalista que acusa policiais de tortura
Polícia Militar se pronuncia sobre o caso de agressão ao jornalista Marivaldo Filho

A Promotoria informou que o caso será investigado pelo Grupo de Atuação Especial Para o Controle Externo da Atividade Policial (GACEP) e que serão ouvidas as testemunhas e os policiais supostamente envolvidos. O MP-BA disse, ainda, que não irá se posicionar sobre o caso até a finalização da fase investigatória. A Polícia Militar informou que os policiais envolvidos na ocorrência foram ouvidos, na segunda (6), pela Corregedoria Geral, que também instaurou procedimento administrativo para apurar o caso. O conteúdo dos depoimentos, no entanto, não foi divulgado.

De acordo com a corporação, o procedimento apuratório instaurado colherá outros indícios que poderão subsidiar possíveis culminações na esfera administrativa ou mesmo penal aos suspeitos. A Corregedoria tem prazo de trinta dias para concluir o inquérito. A PM informou que adotará todas as medidas para buscar a verdade dos fatos e que não concorda com as posturas agressivas por parte dos policiais. “Caso haja a confirmação da denúncia, a PM aplicará as sanções previstas em lei”, informou a corporação. Com informações do Portal G1.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.