Carlos Martins é mais um nome no PT que pode disputar a prefeitura de Salvador

Postado em jul 30 2015 - 12:00pm por Jornal da Chapada
martins

Martins tem sido colocado na vitrine diante das constantes agendas que o governador tem cumprido em Salvador em bairros periféricos, onde tem levado obras de infraestrutura | FOTO: Reprodução |

Ao mesmo tempo em que o Partido dos Trabalhadores defende uma pulverização de candidaturas de aliados na corrida pela prefeitura de Salvador, a legenda estuda internamente um nome próprio para apresentar como opção na sucessão municipal. Historicamente, o PT nunca governou a capital baiana, nomes que já entraram no páreo ultimamente não querem voltar ao teste das urnas, como é o caso do senador Walter Pinheiro e do deputado federal licenciado e hoje secretário de Turismo, Nelson Pelegrino.

A negativa do secretário ao posto dada em entrevista à Tribuna esta semana reverberou dentro do partido e, segundo fontes ligadas à cúpula da legenda, fez figurões estudarem uma nova opção. De acordo com as informações que chegaram à redação do jornal, o ex-governador Jaques Wagner e o atual, Rui Costa, passaram a ventilar o nome do secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia, Carlos Martins, para enfrentar ACM Neto no ano que vem.

Martins tem sido colocado na vitrine diante das constantes agendas que o governador tem cumprido em Salvador em bairros periféricos, onde tem levado obras de infraestrutura. Para a presidente do PT em Salvador, Marta Rodrigues, tal alternativa petista necessitaria de alguns ajustes. “Tem esse debate, agora, Carlos Martins tem como domicílio eleitoral a cidade de Candeias, e acho que até é um potencial candidato lá. Mas tudo isso é um debate a ser construído. Como nós temos até o mês de setembro para fazer essas tratativas todas, como domicílio eleitoral, estamos já no final de julho e início de agosto, temos um mês pela frente”, despistou.

Marta minimizou ainda as constantes aparições do secretário ao lado de Rui Costa na capital. “É porque as ações tem tudo a ver com a secretaria que ele administra, a de Desenvolvimento Urbano, como obras de contenção de encostas, requalificação de vias, tudo isso que acontece passa pela Sedur”, justifica.

O PT já tem como opções quadros que se manifestaram pela preferência de políticos como Gilmar Santiago, vereador de Salvador, seu colega Luiz Carlos Suíca, o deputado federal Valmir Assunção e, correndo por fora, o deputado federal Jorge Solla. Entre os aliados estão a deputada federal Alice Portugal (PCdoB), o deputado federal Antônio Britto e seu pai, o vereador Edvaldo Brito, ambos do PTB, a senadora Lídice da Mata (PSB), o deputado Sargento Isidório, que está buscando um partido governista para se abrigar, e tem ainda o PSD, do senador Otto Alencar, que estuda também lançar um nome. Extraído da Tribuna da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.