Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Prefeito de Iaçu deve vetar lei aprovada na Câmara que libera uso de capacete

foto
A justificativa dos legisladores é que o equipamento evitaria o reconhecimento de criminosos, que usam motos para efetuar roubos, entre outros crimes | FOTO: Meramente Ilustrativa/Arquivo |

O município de Iaçu, na Chapada Diamantina, pode estar prestes a tomar uma decisão polêmica. Um projeto aprovado pela Câmara de Vereadores quer proibir o uso de capacete na área urbana do município. A justificativa dos legisladores é que o equipamento evitaria o reconhecimento de criminosos, que usam motos para efetuar roubos, entre outros crimes. A proposta repercutiu nas redes sociais. Agora, a iniciativa espera definição do prefeito Nixon Duarte (PMDB), que deve tomar posição sobre o imbróglio na próxima semana. Pelo que disse ao site Bahia Notícias, Nixon Duarte não deve seguir a orientação da Câmara. Segundo ele, a população não recebeu bem o que foi feito na Câmara.

“Eu acho que tem que ter cautela em um assunto desse. Os vereadores foram um pouco imaturos quando decidiram aprovar o projeto”, disse o gestor ao BN. Nixon chamou a atenção para o fato de a cidade estar próxima a rodovias federais de grande movimentação, com as BRs 242 (Bahia-Brasília) e 116 (Rio-Bahia), além de passar pela cidade a BA-049, o que aumenta o risco de acidentes. O crescente número de acidentes de motos no município também aprofundaria outro problema.

“Como os acidentes de moto são muitos, acabam onerando mais ainda o município. A gente tem que gastar mais em procedimentos médicos”, argumentou. O polêmico projeto foi aprovado nas últimas sessões da Câmara de Iaçu e teve voto favorável de sete vereadores, dos dez da Casa. Três votaram contra. As informações são do site Bahia Notícias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios