CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Deputada contesta informações de que pretende desfazer decreto que cria Parque Estadual

foto
A parlamentar estadual, Ivana Bastos | FOTO: Divulgação/Ascom |

A deputada estadual Ivana Bastos (PSD) informou, na manhã desta quinta-feira (3), por meio de nota, que a sua proposta por meio de indicação para buscar novas alternativas sustentáveis para a Bahia está sendo totalmente desvirtuada em redes sociais, dando a entender que a parlamentar quer desfazer o decreto que cria o Parque Estadual dos Montes Altos, no sudoeste do estado. “Estive na luta pela criação deste Parque Estadual, participei e assinei atas de reuniões para a criação do mesmo em 2010. O que pretendo é ampliar estudos ambientais para verificar se é possível a implantação de um novo parque eólico, que possa garantir boas perspectivas econômicas com geração de emprego e renda para a população local”, aponta Bastos

A indicação para que estudos socioambientais possam comprovar a possibilidade sustentável de implantação do parque eólico no local, também visa atender aos anseios da comunidade regional, além de diversas lideranças e pequenos produtores para buscar alternativas e superar os entraves do desenvolvimento regional. “Temos grandes exemplos de preservação do meio ambiente e geração de empregos e oportunidades e desenvolvimento tais como o Parque Eólico do Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, Parque Eólico das Dunas de Natal, dentre outros que conciliam meio ambiente e desenvolvimento econômico”, afirma a deputada.

Desta forma, jamais foi intenção ou proposta buscar a revogação ou destruição ou DESFAZER do Parque, mas sim identificar se atividades de baixo impacto ambiental, possam ser admitidas, e que permitam o desenvolvimento sustentável numa região em que há ainda altos índices de desemprego, e que necessitamos muito melhorar a qualidade da vida do homem no planeta.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios