CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal

Chapada: Grupo de mulheres produz peças em tecidos, crochê e bordado em Boa Vista do Tupim

foto5
O grupo se reúne todas as segundas-feira, das 7h às 9h, na escola Navarro de Brito | FOTO: Cátia Lima/Ascom |

Um grupo de artesãs do povoado de Baixio, distante a 18 quilômetros da cidade de Boa Vista do Tupim, na região da Chapada Diamantina, está fazendo o maior sucesso. Cerca de 12 mulheres produzem, a mão, peças em tecidos, crochê, bordado e fuxico. Elas fazem parte do grupo “Mulheres em Ação”, criado há dois anos. “Fui informada que existia um grupo que já fazia as peças em tecidos e, junto com a secretaria de Educação, tive a ideia de também montar um aqui no Baixio. As mulheres toparam na hora. Além de confeccionarem as peças, nos divertimos muito contando histórias e compartilhando conhecimentos. É um momento de muita descontração”, afirma a professora Maria Rita, uma das participantes do grupo.

O grupo “Mulheres em Ação” recebe o apoio da Secretaria de Assistência Social de Boa Vista do Tupim, por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif). O assistente social, Ivanildo Sancho, sempre participa das reuniões, realizando debates. O projeto também recebe apoio do vereador do município, Alexandro Barreto, que é representante político do povoado.

Graças a estes apoios, as artesãs impulsionaram os negócios e aumentaram as vendas. “Comercializamos as nossas peças por meio de encomendas e nas feiras que as escolas e a prefeitura realizam. O dinheiro arrecadado é utilizado para comprar mais materiais e dividido entre as mulheres”, conta a artesã Luzia Soares. O grupo se reúne todas as segundas-feira, das 7h às 9h, na escola Navarro de Brito. Entre as peças confeccionadas estão bolsas, almofadas, tiaras e panos de prato.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios