AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Governo decreta situação de emergência em 51 municípios com áreas atingidas por incêndios florestais

fogo
O decreto suspende nessas áreas quaisquer atividades capazes de produzirem risco potencial de geração de novos focos de incêndio | FOTO: Reprodução/ICMBio |

O governador Rui Costa assinou na quinta-feira (1º) decreto de situação de emergência em áreas de 51 municípios, situados na Chapada Diamantina e no oeste baiano, atingidas pelos incêndios florestais. A medida entra em vigor nesta sexta (2), com a publicação no Diário Oficial do Estado, e tem vigência de 90 dias. O decreto suspende nessas áreas quaisquer atividades capazes de produzirem risco potencial de geração de novos focos de incêndio.

Para o decreto foram levadas em conta situações como “fatores anormais e adversos da longa estiagem que culminaram nos incêndios florestais que atingem diversos pontos da Chapada Diamantina e do oeste baiano, inclusive nas áreas do Parque Nacional e de Unidades de Conservação Estaduais”.

Leia também:
Governo envia três aeronaves para reforçar combate a incêndios florestais no oeste

A medida decorre ainda de problemas gerados pelos focos de incêndios que podem afetar atividades econômicas e atingir a fauna e flora nas duas regiões, além de vários rios de importantes bacias hidrográficas da Bahia, “colocando em risco a população, principalmente da zona rural atingida”, como assinala o decreto.

Outros aspectos considerados foram a ocorrência de focos de incêndio, com efeitos de grandes proporções e de recuperação onerosa, e as informações prestadas pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec).

Formosa do Rio Preto e Barra
De acordo com informações do capitão do Corpo de Bombeiros, Murilo Rocha, os incêndios no oeste estão concentrados nos municípios de Formosa do Rio Preto – atingindo a Estação Ecológica do Rio Preto – e no município de Barra, na área de proteção ambiental Dunas e Veredas do Médio São Francisco.

“As equipes estão conseguindo controlar o fogo. O esforço agora é para conseguir mais equipamentos, como aeronaves e viaturas pick-ups porque tem locais onde não há acesso para ir com vans”. Segundo ele, existem lugares também muito longe, onde “o [bombeiro] precisa andar dois quilômetros levando água e subindo serra”.

Um helicóptero, três pick-ups e um microônibus já são utilizados no trabalho para combater o fogo. A ação envolve 68 bombeiros, que têm apoio do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), vinculado à Secretaria do Meio Ambiente (Sema).

Chapada Diamantina
Após um incêndio florestal que atingiu a Serra do Santo Antônio, localizada na Área de Proteção Ambiental do Barbado (APA do Barbado), na divisa entre Jussiape e Rio de Contas, na Chapada Diamantina, os dois municípios que abrigam a área atingida pelo fogo também tiveram situação de emergência decretada.

Lista dos municípios
Abaíra, Andaraí, Angical, Baianópolis, Barra, Barra da Estiva, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Bonito, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Buritirama, Canápolis, Carinhanha, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Érico Cardoso, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Ibicoara, Iraquara, Itaetê, Jaborandi, Jussiape, Lençóis, Livramento de Nossa Senhora, Mansidão, Marcionílio Souza, Morro do Chapéu, Mucugê, Muquém do São Francisco, Nova Redenção, Oliveira dos Brejinhos, Palmeiras, Paramirim, Piatã, Rio de Contas, Riachão das Neves, Rio do Pires, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, São Desidério, Seabra, Souto Soares, Utinga, Wagner e Xique-Xique.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas