CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Garota de 16 anos mata criança de nove e esconde corpo no freezer de casa em Candeias

foto5
Pai da adolescente que confessou crime encontrou corpo dentro de freezer | FOTO: Cássia Bandeira/G1 |

A criança de nove anos morta pela adolescente de 16, em Candeias, na região metropolitana de Salvador, foi enterrada no cemitério municipal, na tarde desta quarta-feira (7). Adonay Rafael Alves dos Santos foi encontrado dentro de um freezer pelo pai da própria suspeita, o ajudante de pedreiro Fábio Pereira. Ela confessou ter matado a criança na noite de terça-feira (6) e foi apreendida.

A casa do pai chegou a ser incendiada pelos vizinhos após a descoberta do assassinato. Até o momento, ninguém foi identificado pela ação, mas a polícia informou que o fato será apurado. De acordo com o delegado Marcos Laranjeira, titular de Candeias, a garota teria planejado o sequestro da criança para conseguir R$ 600 de resgate para comprar drogas.

Em entrevista ao G1, o pai da adolescente esclarece o que aconteceu. “Estão achando que estava acobertando ela, mas na verdade eu que a levei até a delegacia. Ela tem que pagar pelo que fez. Como é que um pai não fica surpreso? Eu estava criando um bicho”. Pereira completa, explicando como descobriu o corpo de Adonay Rafael.

foto5
A suspeita foi levada inicialmente para a delegacia de Candeias e ouvida no Ministério Público de Candeias | FOTO: Montagem/JC |

“Quando eu cheguei da rua, do trabalho, percebi que tinha alguma coisa com mau cheiro em casa. E, quando eu fui olhar, o corpo da criança estava dentro do freezer. Aí eu ‘apertei’ e ela confessou. Ela disse que colocou o menino lá junto com uma colega”, revelou o ajudante de pedreiro. O pai ainda contou que conversou com familiares da vítima. “Eles entenderam que não tive qualquer participação na morte do menino. Vou chamar por Deus e pedir forças”, comentou.

Sobre o crime
De acordo com informações do delegado Marcos Laranjeira, o menino soltava pipa na rua onde morava quando foi atraído pela garota para a casa dela na segunda-feira (5). Com o desaparecimento do garoto, os pais prestaram queixa na delegacia na noite do mesmo dia, o que pode ter motivado a desistência do sequestro da adolescente, segundo relatou Marcos Laranjeira. A suspeita chegou a ajudar nas buscas pela criança no bairro.

Ainda segundo a polícia, antes de estrangular o menino por dez minutos, a suspeita deu remédio à vítima. A adolescente confessou que matou o garoto porque ele não parava de gritar e ela ficou sem saber o que fazer. Em depoimento ao Ministério Público da Bahia, a adolescente disse que outra vizinha, maior de idade, teria participado do crime. Ela teria fornecido o remédio e ajudado a esconder o corpo do menino.

foto5
A casa do pai chegou a ser incendiada pelos vizinhos após a descoberta do assassinato | FOTO: Cássia Bandeira/G1 |

Porém, de acordo com o delegado Marcos Laranjeira, essa outra pessoa não será indiciada porque não existem provas que confirmem a participação dela. “Nós redigimos o termo e ela [vizinha] negou. Não temos testemunhas oculares que tenham presenciado e apontado a participação dela”, disse o delegado.

Após ter matado e escondido o corpo do garoto, a jovem ainda pretendia pedir o resgate da criança, segundo informou a polícia. Porém, quando os pais da vítima prestaram queixa do desaparecimento, ela desistiu do suposto sequestro. O pai da adolescente encontrou o corpo da criança no freezer, na noite de terça-feira, depois de sentir mau cheiro ao chegar em casa. Segundo a polícia, o corpo foi encontrado em estado de gigantismo.

Marcos Laranjeira ainda disse que a suspeita confessou usar drogas desde os 13 anos. Ela já tinha passagens pelo Conselho Tutelar da cidade por pequenos furtos. A adolescente já tem dois filhos, que moram com a mãe e avó materna. Ela morava com o pai e o irmão na casa onde ocorreu o crime. O delegado informou que a jovem vai responder por ato infracional análogo ao crime de homicídio e ocultação de cadáver. A adolescente deverá ser encaminhada para uma unidade de detenção de menores em Salvador. As informações são do Portal G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios