Jornal da Chapada

Chapada: Prefeita de Nova Redenção quer fechar Casa de Estudante em Salvador, dizem vereadores

Os estudantes têm até dezembro para procurar outro local para morar. No centro, a Casa de Estudantes de Nova Redenção, em Salvador | FOTO: Reprodução/Google Maps |

Os vereadores do município de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, Ariston Teles (PT), Wherbiston dos Anjos (PP), conhecido como Tom da Topic, e a professora Márcia Benevides (PT) voltaram a se indignar com a atitude da atual prefeita da cidade, Ana Guadalupe Azevedo (PSD). Depois de ser acusada pelos edis de desviar verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), a gestora anunciou uma ordem de despejo aos estudantes da república de Salvador. Ela deixará de pagar o aluguel e os jovens que buscam uma formação devem procurar um lugar para se instalar até o mês de dezembro deste ano.

A prefeita Ana Guadalupe já é chamada de ‘malvadeza’ por decisões tomadas contra a população | FOTO: Reprodução |

“Além de deixar os estudantes sem água, comida e energia na capital do estado, expondo os jovens à vulnerabilidade social, a ‘prefeita demolição’ pediu um preposto para avisar aos 28 estudantes que eles têm até dezembro para arrumar um lugar pra morar. Dessa forma, a prefeita tenta realizar um dos seus maiores sonhos que é fechar a república”, dispara Tom da Topic. O edil ainda afirma que “só a participação cidadã da população de Nova Redenção é capaz de mudar a situação da cidade. Juntos podemos sair das amarras da corrupção, que se instalou em Nova Redenção”.

Já o vereador Ariston Teles (PT) diz que a prefeita Guadalupe está se acovardando diante das dificuldades da municipalidade. “Como ela nunca vai resolver as coisas, mandou um preposto avisar aos 28 estudantes que eles ficarão até dezembro. Fechar a república sempre foi o seu objetivo, pois em sua visão é melhor ter jovens ignorantes para manipular. Essa prefeita tenta usar o argumento que não existe uma verba específica para manutenção da casa”, dispara.

O vereadores Tom da Topic, Ariston Teles e Márcia Benevides são contra o fechamento da Casa de Estudantes | FOTO: Divulgação |

O edil petista ainda questionou a gestora sobre recursos para manutenção da casa de estudantes. “Existe verba específica para superfaturar contratos de transporte escolar, de contratação de médico, de locação de carro? Existe verba específica pra contratar empresa fantasma de limpeza pública? Para pagar até R$ 200 mil de combustível em um só mês? Prefeita, o que a senhora está fazendo com esses estudantes e seus familiares dói muito, está doendo em mim também. Isso é maldade, depois não quer ser chamada de Malvadeza”, completa indignado o vereador. Ariston ainda desafiou Guadalupe. “Ela pode me levar para a justiça que vou ter o prazer de provar que pratica maldade com povo”.

Jornal da Chapada

Pular para a barra de ferramentas