CidadesCuriosidadesMenu Principal

Caio Castro conta ao público do Panorama sua experiência no filme baiano Travessia

foto5
O ator revelou que o convite de João Gabriel chegou em um momento perfeito, quando ele estava querendo ampliar seus horizontes artísticos, até então muito centrado na TV | FOTO: Quarta Via Comunicação |

Mesmo com a correria das gravações do último capítulo da novela I love Paraisópolis, o ator Caio Castro fez questão de acompanhar a estreia do filme Travessia em Salvador, durante o encerramento do XI Panorama Internacional Coisa de Cinema. O ator chegou ao Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha quando a exibição já estava acontecendo, mas juntou-se ao diretor João Gabriel para um bate-papo com o público.

O ator revelou que o convite de João Gabriel chegou em um momento perfeito, quando ele estava querendo ampliar seus horizontes artísticos, até então muito centrado na TV. Caio considera que Júlio, seu personagem, é bastante representativo da juventude atual e foi um dos motivos para querer contar essa história.

Falando um pouco do processo de preparação para dar vida a Júlio, ele disse que conciliou seu método mais habitual e introspectivo, que exige um certo “isolamento” para entrar naquele universo do personagem, com a proposta de João Gabriel de realizar uma preparação de elenco. Como o filme foi inteiramente rodado em Salvador, ele apostou em vivenciar um pouco a cidade, para sentir o ritmo das pessoas.

Segundo João Gabriel, diferentemente do que muitos imaginam, Caio Castro é sossegado e não baladeiro, e todo o processo de trabalho com ele foi bem tranquilo. O debate contou também com a presença da atriz Camilla Camargo, que vive a namorada de Júlio no filme. O ator Chico Diaz, que faz Roberto, figura central do núcleo adulto, teve um imprevisto e não pôde comparecer à sessão.

No filme, a relação de Roberto e Júlio é mostrada com o desenvolvimento, em paralelo, das duas trajetórias, que estão sempre se buscando e se repelindo, em uma relação de amor e ódio. Os caminhos de pai e filho voltam a se encontrar após um incidente que altera a rotina de Roberto, o levando a repensar a vida e tentar se reaproximar de Júlio, de quem se afastou intensamente após a morte da esposa.

Uma realização da produtora Coisa de Cinema em parceria com o Cineclube Mário Gusmão, projeto de pesquisa e extensão da UFRB, o Panorama aconteceu de 28 de outubro a 04 de novembro. Com apoio de mídia do jornal Correio, o festival é patrocinado pela Petrobras e pelo Governo do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios