Fenagro: Animal morre eletrocutado durante evento e Sucom diz que a feira não tinha alvará

Postado em nov 30 2015 - 1:30pm por Jornal da Chapada
foto5

A feira assegura que o problema pontual já foi solucionado e que tanto animais quanto público estão em perfeita segurança | FOTO: Reprodução/Facebook |

Um fato trágico marcou a 28ª edição da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), aberta oficialmente neste domingo (29). Um dos animais em exposição, um cavalo da raça Mangalarga Marchador, do Haras Caraíbas, morreu eletrocutado na baia do Parque de Exposições de Salvador, onde a feira está sendo realizada. O cavalo Forró do Cardeal, como era chamado, foi campeão nacional master/maior de marcha em 2011 e master de marcha em 2009, e era detentor de mais de 70 premiações.

Para piorar a situação, a Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) divulgou, na manhã desta segunda-feira (30), um dia após um cavalo ter morrido eletrocutado, que a organização da Fenagro será multada por ter dado início à feira sem ter obtido alvará de licenciamento. As informações da Sucom dão conta de que o alvará foi solicitado pelos organizadores, mas ainda não havia sido concedido devido à falta de documentos da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros.

A expectativa, no início do evento era de uma movimentação financeira de aproximadamente R$ 100 milhões em negócios até o próximo dia 6 de dezembro. Resta saber como o acidente vai refletir sobre o prosseguimento da Fenagro.

O haras fez uma publicação nas redes sociais, afirmando que o acidente poderia ter vitimado uma pessoa. “Estou vivendo um dos piores momentos da nossa criação! Nosso ‘Forró do Cardeal’ acaba de morrer ELETROCUTADO!!!!!! ACREDITEM!!! Absurdo!!! ELETROCUTADO NA BAIA DA FENAGRO 2015!!!! Uma feira que se diz uma das maiores do Brasil!!!! Sem nenhuma estrutura pra receber nossos animais e com Gambiarras que matam nossos cavalos e poderiam matar nossos peões ou proprietários!!!! ABSURDO!!!”.

Defesa
A Central das Exposições, representada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (Accoba), responsável pela realização da Fenagro, afirma que a coordenação do evento está apurando o acidente para descobrir o que causou a descarga elétrica. Segundo a Acooba, o acidente foi um fato isolado e único nos 28 anos em que a exposição é realizada. O diretor da Associação, Almir Lins, divulgou, por meio de uma nota, que a Accoba e Secretaria de Agricultura do Estado (Seagri), parceira no evento, agiram imediatamente para tomar todas as providências e garantir a indenização.

A nota informa que “Os animais são bem tratados, não há dúvida sobre isso, caso não fosse assim os seus proprietários não estariam aqui com a soma de 6 mil animais. Este foi um fato isolado”. Em outro trecho, Lins garante: “… a feira assegura que o problema pontual já foi solucionado e que tanto animais quanto público estão em perfeita segurança durante o evento, que acontece até o próximo domingo, dia 6 de dezembro”, relatou.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.