Após escrever carta confidencial à presidente Dilma, o vice Temer se diz traído

Postado em dez 8 2015 - 12:54pm por Jornal da Chapada
foto5

O político do PMDB pontua como serviu apenas com caráter “decorativo” | FOTO: Reprodução/ABR |

O vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) alegou ao blog de Jorge Bastos Moreno que se sente traído por ter material de carta particular e confidencial exposta pelo Palácio do Planalto. Na carta, que teria sido entregue em mãos à presidente por uma assessora de Temer, o político do PMDB pontua como serviu apenas com caráter “decorativo”, menosprezado politicamente, interpelado apenas nos momentos de votações complicadas e crises políticas, como a do ajuste fiscal.

Temer afirmou sua decepção com membros da equipe do governo, como com o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, qual ele desmentiu afirmando que o processo de impeachment tem lastro jurídico. Para o político até mesmo decisões que seriam de interesse do partido qual ele é presidente foram tomadas entre a presidente e o líder do PMDB Leonardo Picciani, o ignorando totalmente. Foram 11 pontos debatidos por Temer ao total, todos demonstrando sua insatisfação e que não será ele o defensor do cargo de Dilma Rousseff. Jornal da Chapada com informações do Blog do Moreno.

Leia também:
Vice-Presidência confirma teor de carta de Temer a Dilma; leia a íntegra

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.