Rui exalta valor da educação e anuncia apoio para construir mais de 500 creches na Bahia

Postado em dez 29 2015 - 6:30pm por Jornal da Chapada
foto5

Em 2015, Rui visitou mais de 140 escolas das redes estadual, municipal, e creches | FOTO: Divulgação/Mateus Pereira |

“Eu quero cumprimentar todos os baianos e baianas nessa reta final de 2015. Dizer que é o ano que fizemos muito pela educação. Nós lançamos o Pacto pela Educação – Educar para Transformar, [porque] para mim educação é o que transforma a vida das pessoas”. É ressaltando o empenho do Estado para melhorar a educação na Bahia que o governador Rui Costa abre o último programa Digaí, Governador! deste ano, que vai ao ar nesta terça-feira (29).

Para Rui, a educação é o que “efetivamente vai modernizar nosso Estado e fizemos uma grande mobilização com prefeitos e prefeitas”. Segundo ele, em 2016, as ações na área serão intensificadas, com fornecimento de material didático para as crianças, livros infantis de autores baianos distribuídos pelo governo do Estado, além de publicações para ampliar a capacitação dos professores.

“Nós queremos garantir alfabetização na idade certa porque aí nós vamos começar a [colocar] o trem no trilho, porque um dos problemas da educação é a defasagem idade/série. Nós queremos começar a corrigir isso e, [assim], eles vão ter um desenvolvimento educacional longo”, afirma o governador. Rui informou que o Estado vai continuar apoiando as prefeituras na conclusão das mais de 500 creches disponibilizadas na Bahia pelo governo federal.

Projeto Primeiro Emprego
Entre as ações de destaque na área da Educação, iniciadas em 2015, de acordo com Rui, uma é o Projeto Primeiro Emprego, que vai dar oportunidade, já em 2016, a 4,5 mil jovens que concluíram o 2º grau, abrindo vaga em vários serviços durante dois anos, com direito a salário e assistência médica. “E, em 2017, [serão] mais 4,5 mil. Então, ao todo, nós vamos estar […] com nove mil vagas no Estado, além das vagas que serão abertas pela iniciativa privada”.

Outro projeto é a bolsa de estudo para as famílias de jovens que estão nas universidades estaduais e passam a ter o apoio do Governo do Estado para conclusão de seus cursos. “Devemos ter 8, 9 mil bolsas de estudo, apoiando jovens de famílias mais vulneráveis socialmente”, enfatiza.

Visita às escolas
Em 2015, Rui visitou mais de 140 escolas das redes estadual, municipal, e creches. “Eu vou para a escola, conheço a infraestrutura e converso com os alunos, converso com os professores, com os pais, mães que estão lá naquele momento da visita, e conversado muito com o secretário [da Educação, Osvaldo Barreto], para corrigir a infraestrutura, quando necessário”.

Ele fala ainda, nesta edição, sobre as ações para melhorar a educação na escola, através do envolvimento dos alunos e da família na vida escolar. “Para isso, nós fizemos um projeto inovador, que foi a eleição de 36 mil líderes de classe, e vamos repetir […] porque nós queremos que essas pessoas, esses jovens, sejam os interlocutores com a direção da escola e com a Secretaria da Educação, corrigindo aquilo que está faltando, propondo ações e buscando ajudar os colegas, porque os líderes também têm função educacional”.

Outras áreas
Rui Costa se despede do programa fazendo um curto balanço e falando dos planos para 2016 em outras áreas. “Pretendo dar uma arrancada ainda maior na saúde, com o início da construção das Policlínicas Regionais. Eu quero, no primeiro trimestre, chegar a dez policlínicas espalhadas em todas as regiões do nosso Estado. Na área da segurança, nós reduzimos o número de homicídios. Nós devemos fechar o ano com a redução próxima a 5%. [Em] algumas cidades nós chegamos a 25%”.

No Digaí, Governador!, Rui entra no clima de festas de fim de ano e destaca a importância da família. “Se nós dermos a cada criança, a cada jovem próximo a nós, carinho, afeto, um abraço que seja, nós vamos reforçar os laços de pertencimento e os laços de solidariedade e de afeto entre os seres humanos. E, com isso, não tenho dúvida, nós vamos melhorar muito o desempenho na escola, o desempenho na educação, e melhorar a convivência entre os seres humanos, diminuindo a violência e melhorando, portanto, a paz entre nós baianos e baianas”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.